sexta-feira, 28 de maio de 2010

Conquistas da semana!

Nossa, eu sinto flutuar por dentro de felicidade!!!
Apesar de terem acontecido coisas ruins e dolorosas essa semana, ela foi uma semana de conquistas!!!
Estou voltando a dirigir carro aos poucos... com dor e cuidados, mas estou!!!
E hj fiz BICICLETA NA FISIOTERAPIA!!!
Eu nem acredito que fiz tão bem a bicicleta! Que posso continuar com meus exercícios diários em cima dela em casa!!! Faz tanto tempo que não faço!!!
Também fiz bastante exercício, quase sempre sentada, no teatro ontem.
Recebi um elogio da fisioterapeuta hj, que disse que minha recuperação é mto rápida! Eu disse à ela que a cabeça ajuda mto!!! E de fato, quanto mais eu me supero, mais eu quero me superar!
Ontem quase bateram em mim, de carro, tive que desviar, bati na guia e meu pneu estourou...
Meu nervo ciático está doendo mto e irradiando no bumbum e nas duas pernas... meu quadril está travadinho e doendo mto dos dois lados... por conta de eu estar andando e sentando torta ainda, mas mais do isso, por eu estar tirando a bengala... além dos músculos encurtados e ossos travados na perna esquerda.. nossa, como doem!
Mas nada disso impediu eu chorasse de felicidade hj... aliás, eu soluçasse de felicidade!!!


Antes, eu sabia o que era chorar de felicidade. Hj, eu sei o que é soluçar, sentir dor de cabeça e ficar com os olhos inchados por ELA!

OBRIGADA MEU DEUS!

Bom final de semana! Porque com certeza eu terei!

Gabriela

domingo, 23 de maio de 2010

Profecias maias [SÉRIE] - 3 profecia



A 3 profecia diz que uma onda de calor aumentará a temperatura do planeta provocando mudanças climáticas, geológicas e sociais de magnitudes sem precedentes e a uma velocidade assombrosa.
Os Maias disseram que esse aquecimento se dará por vários fatores. Alguns deles pelo ser humano que por sua falta de sincronismo com a natureza só poderá produzir processos de auto-destruição. Outros fatores serão gerados pelo sol, que ao acelerar sua atividade pelo aumento da sua vibração, produzindo mais irradiação aumentando a temperatura do planeta.
Cada um de nos, de uma forma ou de outra, ajudamos a desflorestar o planeta ou a contaminá-lo. Com nossos automóveis, jogando lixo na ruas ou parques públicos, contribuímos para que o clima do planeta volte-se contra nós. As mudanças já estão acontecendo, mas como estão acontecendo muito lentamente nos adaptamos a elas e nem as percebemos.
O processo global de industrialização que teve lugar no século XX mudou dramaticamente a atmosfera com suas emissões de gases tóxicos. A chamada chuva ácida, um subproduto da queima de carvão ou derivados de petróleo e emissões de sulfetos e óxidos de nitrogênio das industrias tem lugar no mundo todo e concentra-se nas áreas urbanas, corroem os monumentos e pontes, a destrói a pintura externa, os bosques, causa damos à vida marinha e aos solos cultivados, transforma a água potável em tóxica e reduz a visibilidade. As chaminés contaminantes de milhões de fabricas indiferentes ao dano que causam, modificaram as temporadas de chuvas, as estações e o clima.
Em milhões de lugares no planeta ainda se cozinha à lenha, crindao fogueiras que emitem grandes quantidades de fumaça, cinzas, vapor d’água e gás carbônico (CO²).
Tudo isso deu lugar ao aparecimento do efeito estufa, pois a concentração de CO2 que ficam flutuando na atmosfera e reagem quimicamente com dióxidos aumentando a temperatura. O ar que respiramos está cheio de partículas de monóxido de carbono (CO), dióxido de nitrogênio (NO2) e metano (CO3) produto resultante da combustão da gasolina no motor de milhões de automóveis e de milhares de usinas térmicas e de geração de eletricidade.
A depredação de selvas parra terras de cultivos ou para ampliar as cidades tornou-se uma prática comum. Os bosques que purificam o ar ao transformar gás carbônico em oxigênio, são incendiados. O ser humano não é consciente do mal que está causando ao planeta, nem que é preciso plantar para repor a vegetação que consome. O planeta transformou-se em um grande depósito de lixo. Enviamos contêineres com resíduos radioativos para o fundo do mar, carregamos navios inteiros com substancias não-degradáveis.
As variações climáticas, conseqüência das relações danosas do ser humano e das mudanças do comportamento do sol, produzem uma alteração das chuvas, diminuem sua intensidade, quantidade e regularidade. O aumento da temperatura produzirá fortes ventos, furacões e tufões.
Os furacões são tormentas gigantescas e violentas, um redemoinho de destruição e morte. São chamados de FURACÃO em homenagem ao deus do mau dos aborígines do Caribe. O furacão Mithi e os fenômenos associados ao El-niño são evidencias da tendência para grandes desastres causados pelo clima.
O sistema hídrico é fundamental pois cerca de 70% da superfície do planeta está coberta por água. Com o aumento da temperatura, diminui a umidade relativa do ar que trará como conseqüência menos nuvens e maior exposição ao sol, agravando assim o problema, assim será evaporada a água dos solos, produzindo muitas secas e grandes incêndios em todo o planeta, a falta d'água produzirá graves inconvenientes à vegetação, reduzindo seu crescimento e diminuindo consideravelmente o tamanho das colheitas.
Ao reduzir-se a quantidade de água das chuvas, diminuirá também o fluxo dos açudes e lagos, criando sérios problemas à fauna da terra.
Tudo isso causará um forte impacto na economia, haverá desabastecimento e muitos produtos que dependem do clima como a água, as folhagens, os cereais, os pescados e a geração de energia elétrica terão aumentos vertiginosos de preço, serão épocas de racionamento de eletricidade, de fome e descontentamento social, aumentará o numero de pragas, insetos e doenças tropicais como a malária.
O comportamento do ser humano será crucial para suportar o aumento geral da temperatura causada pela sua própria conduta inconsciente e depredatória.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

O importante é ser AMOR. O importante é EXISTIR!

Diante dos momentos mais difíceis das nossas vidas é que percebemos, mais do isso, sentimos quem tem em seu coração, verdadeiro carinho e amor. Quando digo isso, não falo de uma pessoa que tenha um amor por nós, mas ela tem o amor dentro de sí.
Passei e estou passando por um momento muito difícil na minha vida e agora posso entender o que é passar realmente por um momento difícil. Não é como antes quando uma briga, dívidas, decepções eram momentos difíceis pra mim, como pra maioria das pessoas. Com tudo que aconteceu, me ocorreram também muitas decepções, dívidas e brigas, mas elas não tiveram tanta importância diante da minha dor física e emocional e da superação diária. Agora, acho que posso entender um pouco do que seja um momento realmente difícil, onde cada passo bem dado é uma conquista tão grande e que toca no fundo da alma, dá vontade de chorar e continuar a viver; apesar de tanta coisa estar errada e parecer injusta; de tudo ser 10x mais difícil. Cada dia que sinto menos dor ou que ando melhor é de profunda alegria pra mim. Os que sinto mais dor e que mal me deixam mover as pernas, servem pra lembrar que já consegui ir além disso e que posso mais.
Tenho me deparado com cenas de animais que são verdadeiros exemplos de amor, apesar de não ter a capacidade de "compreensão" do Ser Humano.
Diante disso tudo, melhorando um pouco o que disse em um texto meu, digo que o importante não é Ser Humano, mas é ser AMOR.
Esses animaizinhos, que deveriam ter sua curta passagem por aqui abençoada por nós (seus anjos guardiões), provam que para amar, bastar Existir, independente da condição do Ser Vivo. Essa palavra EXISTIR, tem um sentido muito profundo para mim nesse momento. Será que existimos mesmo como devemos existir ou apenas estamos de passagem aqui?
Muitos Animais, plantas, vegetais, etc, existem mais que muitos seres humanos. Eles se dão ao direito de realmente estarem aqui para AMAR.
Eu tive inúmeros exemplos de pessoas, animais, das minhas plantinhas, que existiram, existem e que me ajudaram por demais!
Sou grata à todos por isso, e nesse momento, mais do que nunca, me dou ao direito de EXISTIR!
EXISTA TAMBÉM!


Bom final de semana
Gabriela Grecco
14/05/10

Alguns vídeos emocionantes...



















terça-feira, 4 de maio de 2010

A DITADURA PODE ESTAR BEM PERTO

É incrível como às vezes somos crucificadas por dizer verdades nunca ditas. Pessoas que se arriscam a tanto pagam seu preço; e quanto maior sua luta e sua verdade mais obscura, maior a revolta dos outros e as consequências para si.
Quando tudo vai bem para quem sempre governou os outros, não há o que temer. Mas quando um império começa a cair, quem ficava quieto não mais suporta a pressão e faz soar a voz que tantas vezes se abafou, o medo da perda do reinado se instaura; pior do que isso, as verdades ditas, escancaradas entram, como chumbo na pele, nos ouvidos de quem ouve e que sempre se fez ouvir das mais dolorosas formas. Aquele que sempre sofreu, nada falou, engoliu, não digeriu, perdeu noites, dias, horas, meses atordoado... é crucificado, massacrado, dilacerado... às vezes da forma mais sutil, outras nem tanto. Mas que diferença faz, afinal ele sempre o foi, mas calado.
É certo que ditadores são ótimos fascinadores, mas muito mais que isso, são fascinados. Encontram, mesmo que inconscientes de sua ditadura e táticas, formas de denegrirem a imagem de quem lhe mostrou sua pior face ou ameaçou seu império. Com isso, tantos outros levam a culpa por seus atos e os principais responsáveis nada levam de responsabilidade. Muitos brigam, se matam por alguém assim, mas se massacram sem que sua luta seja por uma causa própria, às vezes nem sabem porque estão brigando, simplesmente brigam.
Esse ditadores que me refiro não são Hittler, Stalin, etc, mas pessoas comuns: Pais, mães, filhos, irmãos, primos, chefes, colegas de trabalho, vizinhos... Quantos anos de nosssas vidas vivemos suportando uma situação pra não ter de sofrer a tortura por não se calar? Mas qual dor é maior, a da situação sempre vivida ou a da rejeição de alguém que não merece nossa preocupação?
Pagamos por não mais nos calar. Somos tratados como coisas; torturados psicologicamente, fisicamente, emocionalmente; nos sentimos lixo algumas vezes, mas no nosso íntimo sabemos que estamos certos e de certa forma aliviados.
Não há coisa pior que uma pessoa que fala o que quer, é estúpida ao extremo, mas que não aceita um A de ninguém.
Eu percebi que essas pessoas quando sentem seu reinado ameaçado e sentem que suas táticas não mais funcionam, elas vão direto onde podem comover outras em seu favor ou até mesmo nos fazer sentir-se mal. Por exemplo, quando alguém que é movido pelas palavras grosseiras, tom de voz exagerado e bruto, vê que essa tática não mais funciona ou porque o outro respondeu da mesma forma ou porque não se intimida mais, sua estratégia é ir pelo lado sentimental. Daí a vítima passa a ser quem chora por ouvir a verdade que nunca lhe foi dita e não quem sempre se calou e falou uma única vez, mesmo que tenha sido falado da pior forma possível, afinal, sempre ouviu de maneiras muito piores.
É típico de pessoas assim, sempre cometerem os mesmos erros; se trairam uma vez, vão trair de novo; se espancaram, vão espacar; se roubaram, vão roubar; se foram estúpidos vão ser... Mas se quem antes ouvia e apanhava não mais suportar, a clientela tem de mudar.
Às vezes somos crucificadas, mas os fatos comprovam o que foi dito...
Eu sinto muito não falar tanta coisa que deveria ser dita. Ver tanta injustiça comigo e com quem amo, ser tão trouxa e otária às vezes. Mas, o que eu tenho a temer?! Acho que talvez me importe com a maneira que serei vista pelos outros, por essa corja ou por quem está longe de compreender o que se passa no mundo. Ou com as conseguências Isso é ridículo, mas é real. São coisas que não temos consciência que fazemos todos os dias. Talvez seja isso que tanto me assombra. Talvez seja meu lado ditador que me impede de romper com minhas próprias barreiras...
Algumas questões, bem próximas, estão me corroendo por dentro. Sinto não poder dizer e fazer mais, dar um basta em certas situações, fazer mais feliz quem eu amo, ajudar a se libertar de uma ditadura tão cruel, que lhe faz tão mal e que é a principal razão de sua decadência. Pessoas tão boas, mas ingênuas e dependentes, deveriam ter uma legião maior para ajudá-las. Eu sinto ser tão covarde às vezes; não conseguir fazer mais por quem precisa. Mas, eu tenho fé no amor de Deus, tenho certeza que ele irá me ajudar assim como aos que precisam.
Agora, depois desse texto, não julgue, apenas pergunte-se: eu estou de que lado?!

Anúncios

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.