sábado, 31 de julho de 2010

[MÚSICA] DIFÍCIL - MARINA LIMA

Hoje é dia do ORGASMO!
Que possamos não só hoje, mas todos os dias gozar muito em nossas vidas! Em todos os sentidos! Aproveitá-la ao máximo em tudo que tem de bom. Mas, cuidado! Liberdade é bem diferente de Libertinagem!
Curtam essa música que pra mim é como um orgasmo.
Coloquei a versão ao vivo no altas horas porque é muito mais sensual e interessante de ouvir. Reparem como a Marina Lima dá moral pra Camila Morgado (que fica até meio sem graça), rs! Claro que não é descarado, mas basta um pouquinho de feeling pra perceber.
Bom final de semana à todos!




Difícil

Marina Lima

Composição: Marina Lima/Antonio Cicero




Eu disse não
Ela não ouvia
Mandei um sim
Logo serviu
Então pensei: ela é bela
Porque não com ela
Sexo é bom!

Mas acontece que eu
Tenho esse vício
De gente difícil no amor
Alguém lá no início
Me aplicou
E me fez louca, me fez pouca
Me fez o que sou
Difícil

Nem interessa
Se eu recomendaria
É tão depressa
Nem quero pensar
Quando a picada vem
Mas paixão e gozo
Isso vicia:
"Aí garota, eu gosto assim"
Difícil

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Palavras e Atitudes



Nada melhor que palavras e atitudes
Para nos mostrar o que devemos ver
Se nada além delas podem dizer
O que poderá nos dizer então?
A ironia que escracha, que zomba, que fere
A grosseria que prova que o amor longe está
As palavras e atitudes muitas vezes dizem mais que o olhar
Às vezes o olhar é vazio, tortuoso.
Triste quando não se vê há muito tempo
E só o que sai dos lábios é o veneno da desconfiança, destemperança, da falta de fé...
Ah, deles poderia sair o mais doce dos verbos
Mas não, ácido amargo se faz presente mais do nunca
Como querer ir além, se só o que se sente dói?
Há dores necessárias e até boas
Mas esse não é o caso.
Nada melhor do que palavras e atitudes para se ter uma boa noção do que se é
Afinal, do que somos feitos se não do que dizemos e de nossos exemplos (Ou da falta deles) ?
É uma pena que doa
É uma pena que nos enganemos tanto
É uma pena que as pessoas às vezes são bem diferentes do imaginado...
Imaginado sim, pois palavras e atitudes mostram quem são
Eu tinha muitas dúvidas
Agora não as tenho mais
Vivo neste momento mais de certezas
Não absolutas, mas contundentes e suficientes
Será que não fui tão clara assim?
Talvez não!
Mas, nada melhor do que palavras e atitudes para as pessoas mostrarem quem verdadeiramente são!

terça-feira, 27 de julho de 2010

Senac Ribeirão realiza a 7ª Mostra Senac de Artes Cênicas



O Senac Ribeirão Preto promoverá, de 3 a 14 de agosto, a 7ª Mostra Senac de Artes Cênicas. O evento ocorre em sete unidades da instituição na capital e no interior do Estado e promove oficinas e apresentações de teatro. O evento é gratuito e aberto ao público em geral. As vagas são limitadas.



A mostra dá visibilidade à produção dos alunos do curso Técnico em Arte Dramática do Senac e também permite que os próprios estudantes entrem em contato com conhecimentos complementares nas oficinas e palestras.


As inscrições para as oficinas e palestras deverão ser realizadas com antecedência pessoalmente na unidade, na avenida Capitão Salomão, 2133, ou pelo telefone (16) 2111-1200.

domingo, 25 de julho de 2010

As pessoas sem fé se condenam.

Há alguns dias quero escrever, mas nem sei direito sobre o quê. Algo que me atordoa, me irrita e me faz ficar inquieta. Aliás, a palavra de ordem de agora até pouco depois do meu aniversário é inquietação, seguida de irritação, dúvidas e angústia. É o inferno astral... eu só me lembro dele quando começo a ficar desse jeito, que por acaso começa um mês e meio antes do meu niver. Se as pessoas acreditam ou não nisso não me importa. O que me importa é que acredito, que me ajuda demais a me descobrir e saber como lidar melhor com minhas fases.
Eu tenho percebido e sentido que as coisas estão cada vez mais intensas e rápidas. Isso acontece em todos os setores de nossas vidas. Mas a parte sentimental e de relacionamentos é a que mais notamos.
O planeta passa por uma fase transformadora e de evolução acelerada, que se não tomarmos cuidado ficamos para trás em todos os quesitos; não apenas na tecnologia como tantos dizem por aí. O que não falam é a respeito da evolução moral. As pessoas sem fé acham que o mundo está cada vez pior. Eu, desde que me digo espírita, sempre disse que tudo melhora sempre, essa é a lei natural da vida. Quando não queremos muito acompanhar o progresso ele acaba nos levando com ele; só nos casos absurdos de pessoas que estacionam e não se deixam evoluir que ele acaba que por "tirar do caminho".
Muita gente está vidrada nos noticiários ruins, nos acontecimentos trágicos e na massificação de tudo e de todos, meio que pedindo para que sejam massacrados, torturados e esmagados por essa onda de ruindade e podridão. Ora, com tantas coisas boas por aí, pra que se deixar levar pelo que temos de pior?! Essas pessoas são as mesmas que sempre reclamam de tudo, vivem na base do medo e fazem de tudo para levar quem tiver ao seu alcance para o fundo do poço junto consigo. Para quem acredita que é o fim dos tempos eu só digo uma coisa: toda sujeira para ser limpa tem de ser encontrada, ou seja, o mal para ser eliminado tem de aparecer. Ele sempre existiu, mas antes estava oculto e incoberto. Acreditem, tivemos tempos muitooo piores que o de agora. É só olhar para a história e ver os inúmeros exemplos: uma das diversões dos nobres e até mesmo dos miseráveis, era ver pessoas sendo devoradas em arenas; na época de Jesus os impostos eram tão altos que as pessoas praticamente pagavam somente pra poder viver, a comida era escassa", selecionada e cara, diversão então praticamente não existia; mais ou menos na mesma época a expectativa de vida era baixíssima, alguém como eu com quase 25 anos já era considerada bem vivida (e realmennte era por conta das dificuldades) e em idade um pouco avançada; negros, mulheres, deficientes físicos foram torturados, humilhados e mortos simplesmente por não pertecerem aos "padrões estabelecidos"; muita gente foi mutilada e morta por falar o que pensava e  viver de acordo com seus princípios (muitas vezes em prol do outro); enfim, os exemplos são inúmeros.
Não tem como olhar para o passado e dizer que o presente e o futuro estão condenados. Foram tantas conquistas e tantas mudanças (e ainda são) que não há como não acreditar que tudo melhora sempre!
A vida é difícil, é sim! Mas como escrevi há pouco tempo em outro texto, as dificuldades estão aí, mas o sofrimento é opcional. Tudo depende da maneira como enxergamos as coisas e como lidamos com elas. Precisamos expandir nossos horizontes e parar de querer tudo instantaneamente, sem merecimentos e conquistas. As pessoas fazem quase tudo instantaneamente: se esquecem umas das outras, se apaixonam, se odeiam, se entregam, se fecham, arcam com responsabilidades, abandonam responsabilidades, assumem projetos, abandonam projetos, ganham e perdem dinheiro, ganham e perdem amigos, esquecem da família... enfim, é ainda o momento do instantâneo.
Mas, não nos culpo totalmente por isso. A mudança está sendo tão rápido e inédita, que estamos meio sem saber o que fazer. Mas isso não tira nossas responsabilidades, pois não pode ser um pretexto para que fiquemos acomodados, pelo contrário, ficamos perdidos sim, mas nossa obrigação é continuar sempre (expandir nossos horizontes).
Eu li algo que dizia mais ou menos que situações diferentes tratadas da mesma forma se tornam um problema. Fazemos isso constantemente, tratamos da mesma forma as pessoas, coisas, situações...
Só tenho algo a dizer. Vamos fazer tudo com mais amor, carinho e prestar muita atenção à evolução que nosso planeta e sistema solar estão passando. Acreditem, isso é para o nosso bem!
Estejamos então mais atentos a nós e ao mundo, se não o progresso passa, nos tenta levar com ele e nos deixa para trás se não o acompanhamos. Aí, temos que começar lá de trás algo que por ventura passamos há um tempo.
Vamos viver como realmente merecemos e podemos!

* Há 4 meses atrás nessa hora eu estava no hospital sem conseguir dormir, apesar de exausta e quebrada (literalmente), agradecendo por estar viva.
Hoje pude chegar em casa, com muita dor, mas com meu corpo e mente a salvos. Descansei, fiz minha refeição, falei com minha mãe, brinquei com meus animais, fizemos o evangelho no lar e acabei de escrever um texto. Obrigada meu DEUS por isso! Obrigada por hj eu poder voltar ao meu lar e continuar a minha vida, apesar das dificuldades! Obrigada por poder VIVER!

sábado, 24 de julho de 2010

Clarice Lispector

Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR por escondê-lo.
Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos.
Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso.
Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.
Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem.
Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.
Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir.
Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi.
Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto.
Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.
Já tive crises de riso quando não podia.
Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva.
Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse.
Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar.
Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.
Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou para desagradar outros.
Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz.
Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava.
Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade... Já tive medo do escuro, hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali".
Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais.
Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente queria.
Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava.
Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda.
Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram... Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!


Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente!


Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE!
Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes.
Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Você pode até me empurrar de um penhasco q eu vou dizer:
- E daí? EU ADORO VOAR!

*Itálico e formatação dos trechos que mais dizem sobre mim.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

[Música] Heart Of Glass - Blondie

Nossa, essa música vem em boa hora!
ADOREI!
É uma pena não ter conseguido adicionar o clipe original... mas...
Curtam!



Heart Of Glass

Once I had a love and it was a gas
Soon turned out, I had a heart of glass
Seemed like the real thing, only to find
Mucho mistrust, love's gone behind

Once I had a love and it was divine
Soon found out I was losing my mind
Seemed like the real thing, but I was so blind
Mucho mistrust, love's gone behind

In between, what I find is pleasing and I'm feeling fine,
love is so confusing there's no peace of mind
If I fear I'm losing you
It's just no good, you teasing like you do

Once I had a love and it was a gas
Soon turned out out I had a heart of glass
Seemed like the real thing, only to find
Mucho mistrust, love's gone behind

Lost inside
Adorable illusion and I cannot hide
I'm the one you're using, please don't push me aside
We coulda made it cruising, yeah

Yeah, riding high on love's true bluish light

Once I had a love and it was gas
Soon turned out, it was a pain in the ass
Seemed like the real thing, only to find
Mucho mistrust, love's gone behind

Coração de Vidro

Uma vez eu tive um amor e era um "estouro"
Logo mandei embora, tinha um coração de vidro.
Parecia como a coisa verdadeira,
Apenas para descobrir muita desconfiança, o amor ficou lá atrás...

Uma vez eu tive um amor e era divino,
Logo descobri que estava perdendo minha cabeça.
Parecia como a coisa verdadeira mas eu estava tão cega,
Muita desconfiança, o amor ficou lá atrás...

Entre "aquilo eu acho que é agradável"
e "estou me sentindo bem", o amor é tão confuso.
Não há paz de espírito se eu recear que estou perdendo você,
É simplesmente inútil você provocar como faz...

Uma vez eu tive um amor e era um "estouro"
Logo mandei embora, tinha um coração de vidro.
Parecia como a coisa verdadeira,
Apenas para descobrir muita desconfiança, o amor ficou lá atrás...

Perdida por dentro,
Adorável ilusão e não consigo esconder
Eu sou aquela que você está usando, por favor, não me ponha de lado.
Nós podemos fazê-lo viajando.

Sim, viajando alto na luz verdadeira e azulada do amor.

Uma vez eu tive um amor e era um "estouro",
Logo se transformou para ser um "pé no saco".
Parecia como a coisa verdadeira,
Apenas para encontrar muita desconfiança, o amor ficou lá atrás...

terça-feira, 20 de julho de 2010

[Música] Spending My Time - Roxette

Depois que vi a letra desta música gostei ainda mais!
Aqui as versões normal e acústica! Além de letra e tradução.
Ai, dá uma sensaçãozinha boa... [suspiro]
Época boa, que pouco vivi, era muito pequenina... =/
Curtam!
Boa semana
Gabriela


Spending My Time

What's the time, seems it's already morning
I see the sky, it's so beautiful and blue
The tv's on but the only thing showing is a picture of you

Oh I get up and make myself some coffee
I try to read a bit, but the story is too thin
I thank the Lord above you're not here to see me
in this shape I'm in

Spending my time
Watching the days go by
Feeling so small, I stare at the wall
hoping that you think of me too
I'm spending my time

I try to call but I don't know what to tell you
I leave a kiss on your answering machine
Oh help me please is there someone who can make me
wake up from this dream?

spending my time
watching the days go by
feeling so small, I stare at the wall
hoping that you are missing me too

spending my time
watching the sun go down
I fall asleep to the sound
of "tears of a clown"
a prayer gone blind
I'm spending my time

my friends keep telling me hey life will go on
time will make sure I'll get over you ooh
this silly game of love - you play, you win onlyto lose

I'm spending my time
watching the days go by
feeling so small, I stare at the wall
hoping that you think of me too

I'm spending my time
watching the sun go down
I sleep to the sound
tears of a clown
a prayer go blind

I'm spending my time...

I can't live without your love
It's bad to live without you, honey, honey, honey

Perdendo Meu Tempo

Que horas são? Parece que já amanheceu.
Eu vejo o céu, está tão bonito e azul
A tv está ligada, mas única coisa que aparece é uma foto sua

Oh, eu levanto e faço o café
Eu tento ler um pouco, mas a história é tão pobre
Eu agradeço a Deus nos céus
Por você não estar aqui para me ver do jeito que estou

Perdendo meu tempo
Vendo os dias passarem
Me sentindo tão pequena, Olho fixo na parede
Esperando que você pense em mim também
Perdendo meu tempo

Eu tento ligar, mas não sei o que lhe dizer
Deixo um beijo na sua secretária eletrônica
Oh, me ajude, por favor Existe alguém que possa me
fazer acordar deste sonho?

Perdendo meu tempo
Vendo os dias passarem
Me sentindo tão pequena Olho fixo na parede
Esperando que você sinta minha falta também

Perdendo meu tempo
Vendo o pôr-do-sol
Eu caio no sono
Ao som de "Lágrimas de um Palhaço"
Um desejo me cegou
Estou perdendo meu tempo

Meus amigos me dizem: "Ei, a vida continua"
E que o tempo certamente me fará superar você
Este jogo do amor - Você joga, você vence só para perder

Perdendo meu tempo
Vendo os dias passarem
Me sentindo tão pequena Olho fixo na parede
Esperando que você pense em mim também

Perdendo meu tempo
Vendo o pôr-do-sol
Eu caio no sono
Ao som de "Lágrimas de um Palhaço"
Um desejo me cegou

Estou perdendo meu tempo

Eu não conssigo viver sem você
É ruim viver sem você, querido, querido, querido.

domingo, 18 de julho de 2010

REPENSANDO

ESTOU REPENSANDO
TANTOS VALORES
TANTAS CONQUISTAS
TANTAS DERROTAS
MAS, SE SÓ REPENSAR ADIANTASSE
TODOS OS MEUS CONFLITOS ESTARIAM SANADOS!
CONFLITOS!
ACHEI QUE ESTAVA LIVRE DELES
SÃO TANTOS!
ELES SEMPRE VEM ME LEMBRAR
QUE SOU HUMANA
QUE SOU CONFUSA
QUE SOU INCONSTANTE!
ESTOU REPENSANDO MAIS UMA VEZ
NÃO GOSTO DE ME ENGESSAR
MAS PROCURO SEMPRE ESTABILIDADE
ESTABILIDADE QUE ME DÁ SEGURANÇA
ESTABILIDADE QUE ME FAZ QUERER MUDAR
REPENSAR ME DÁ ENJOO ÀS VEZES
SE SÓ PENSAR ADIANTASSE...
OS MEUS PROBLEMAS E CONFLITOS ESTARIAM SANADOS!

sábado, 17 de julho de 2010

Ressurge!

Eis que ressurge
Sensação boa, gostosa de sentir
Lembranças doces
Lembranças amargas estão escondidas, talvez esquecidas
Eis que ressurge
Pra me dar embalo de novo
Pra me deixar louca
Pra me fazer querer sair agora mesmo
Era intenso
Era pleno
Era doce
Era distante, mas tão perto!
O que será?
Ressurgir pra acontecer...
O que nada aconteceu?
Eis que ressurge
Me balança
Me comove
Me move
Mas, por favor!
Dessa vez venha
E fique
Não se vá!
Até que possamos concretizar
O que muito tempo só me fez sonhar
Eis que ressurge
Intenso, mas manso...
Mais maduro talvez
Mas, por favor!
Dessa vez...
Deixe-nos concretizar!

quinta-feira, 15 de julho de 2010

O gráfico de Kinsey


Kinsey foi um estudioso de extrema importância para a sexualidade humana. Através de um olhar avançado e de estudos sérios, ele alterou drasticamente a forma de ver como nós nos comportamos diante das relações.
É uma pena que muitos não conheçam seus estudos.
Ele foi um homem de bem que contribuiu muito para nossas vidas, principalmente com a vida de nós mulheres. Kinsey ajudou para que nós tivessemos a liberdade que temos hoje, pois foi através de suas pesquisas e estudos que a mulher foi vista com mais carinho e de uma forma mais igualitária.
Foi fortemente discriminado e até perseguido por defender coisas que ainda não se havia nem mencionado. Kinsey passou sua vida observando, analisando e teorizando a sexualidade humana.
Mas, isto tudo foi um primeiro e grande passo, muito ainda está por vir!
Recomendo que vejam o filme Kinsey - Vamos falar de sexo, que mostra sua vida e todo o carinho que olhava para os Seres Humanos. Eu vi um dia, por acaso, na tv aberta (!!!) e me apaixonei pela sua genialidade! Foi à partir daí que pesquisei sobre seus estudos.

Boa noite!
Gabriela


Alfred Charles Kinsey nasceu em Hoboken, Nova Jersey, em  23 de junho de 1894. Faleceu aos 61 anos, como o homem que revolucionou a discussão sexual. Antes de Kinsey, o não convencional não era comentado, era considerado como anomalia. Era um campo onde a ciência não ousava desafiar a moral vigente. Hoje ainda, seus estudos norteiam pesquisadores e cientistas.

Pai da sexologia, da revolução sexual dos anos 60. Na verdade, em sua formação, era biólogo. Largou o curso de engenharia para cursar biologia e se tornar doutor em Harvard, defendendo a diversidade padrões de uma espécie de vespa. O pai, professor conservador e religioso, não via com bons olhos os estudos do filho. Sofreu de raquitismo na infância, que deixou seqüelas físicas.

Casou-se com Clara McMillen e teve quatro filhos. Na Universidade de Indiana completou seu trabalho de capturar e catalogar mais de um milhão de vespas, que foram doadas ao Museu Nacional de História Natural, em Nova York. Lá, iniciou um centro de estudos sobre a sexualidade humana, hoje Instituto Alfred Kinsey, além de criar o primeiro curso de sexologia.

Depois de concluir sobre a diversidade das vespas e de padrões de acasalamento, Kinsey percebeu que era hora de mostrar que o ser humano seguia as mesmas variações. O professor doutor treinou e qualificou diversos pesquisadores para percorrerem o país com o seu questionário. A publicação veio em 1948, o famoso relatório sobre a sexualidade humana (Sexual Behavior in the Human Male) caiu como uma bomba na moralidade norte-americana.

Kinsey virou celebridade e seu trabalho um dos livros científicos mais vendidos. Em 53, foi publicado um novo volume, sobre a sexualidade das mulheres (Sexual Behavior in the Human Female). Segundo os estudos de Kinsey, 92% dos homens e 62% das mulheres se masturbava. E 37% dos homens e 13% das mulheres já tinham tido uma relação homossexual que lhes tinha proporcionado um orgasmo ao menos. O sexo não era mais um segredo entre quatro paredes.

Kinsey também classificou a sexualidade humana, retirando o rótulo sexual tradicionalmente machista que vigorava até então. Kinsey disse que a sexualidade não era estática ou imutável e que, embora tenha classificado o modo de se fazer sexo entre os seres humanos, sua classificação não era uma regra. Ou seja, além de não existir apenas dois padrões sexuais, o Ser Humano pode variar seus padrões em sua vida, já que eles não são uma regra. Ele identificou os seguintes padrões sexuais: 

heterossexual exclusivo; 
heterossexual ocasionalmente homossexual;  
heterossexual mais do que ocasionalmente homossexual; 
igualmente heterossexual e homossexual (bissexual); 
homossexual mais do que ocasionalmente heterossexual;
homossexual ocasionalmente heterossexual; 

homossexual exclusivo; 
indiferente sexualmente.

O estudo de Kinsey sempre enfrentou forte oposição dos católicos, tendo surgido diversos boatos sobre a sexualidade e procedimentos bizarros supostamente usados pelo pesquisador. Um fato é que os estudos de Kinsey possibilitaram o embasamento científico para retirar em 1973, a homossexualidade da lista de desordens mentais da Associação Americana de Psiquiatria e no Código Internacional de Doenças, CID, da Organização Mundial de Saúde (OMS), em 1986. Em 2004, foi lançado o filme ‘Kinsey – Vamos falar de Sexo’, contando a vida do cientista.


TEXTO RETIRADO DO SITE, COM ALGUMAS ALTERAÇÕES E FORMATAÇÕES MINHAS: http://www.revistaladoa.com.br/website/artigo.asp?cod=1592&idi=1&moe=84&id=2471

1º Festival Ribeirão em Cena de Cenas Curtas

Este evento inédito na ONG Ribeirão Em Cena, acontecerá no dia 21/08 às 14 horas.
As inscrições estão abertas até o dia 19 deste mês. Para fazê-las é necessário ir até a secretária da ONG e falar com Joubert ou Gabriel, das 9 às 17 hrs. Poderão se inscrever os bolsistas e ex-bolsistas do Ribeirão Em Cena.
É necessário ler o regulamento do festival que se encontra na própria ONG e aqui no blog!
Este é um evento de grande importância para nossa cidade, para a classe teatral e para as pessoas no geral, ajude a divulgar e se puder PARTICIPE!

* O regulamento foi copiado do blog Palco & Platéia
http://palcoeplateiarc.blogspot.com/



REGULAMENTO

I - DA PARTICIPAÇÃO:

Art. 1º - Poderão participar bolsistas e ex alunos do Ribeirão em Cena.
Art. 2º - As cenas poderão ser individuais, em dupla ou em grupo, com duração máxima de 12 (doze) minutos.
Art. 3º - O cronograma das apresentações será decidido em comum acordo com a Comissão Organizadora e os grupos selecionados.
Art. 4º - Os grupos poderão ser formados por bolsistas de diferentes turmas.

II – DAS INSCRIÇÕES:

Art. 5º - As inscrições serão recebidas até 19 de julho de 2010, pessoalmente, na secretaria do espaço cultural Ribeirão em Cena com o Joubert ou Gabriel das 09:00hr as 17:00hr.
Art. 6º - As inscrições deverão ser feitas através de ficha própria do festival, sendo apenas uma ficha por grupo.

III – DA PRODUÇÃO DAS CENAS:

Art. 7º - O uso de cenários e figurinos é de responsabilidade dos inscritos no festival antes, durante e depois de sua apresentação. Cabendo ao grupo a retirada dos mesmos após a cena.
Obs.: Proibido participação de animais, água, fogo ou qualquer elemento que possa prejudicar os participantes seguintes e o espaço(palco, coxia);
Art. 8º - A comissão organizadora fornecerá apoio quando possível na montagem e desmontagem das cenas, sendo que após a apresentação da mesma, deverá ser realizada a desmontagem imediatamente às apresentações, tendo um tempo máximo de 5 minutos.
Art. 9º - A iluminação será a mesma para todos (luz geral, black-out). Quanto a sonoplastia, os grupos deverão entregar o CD com as músicas e efeitos sonoros juntamente com duas cópias do texto com marcação de entrada das faixas até dia 15 de agosto.
Art. 10º - As cenas deverão ser apresentadas rigorosamente nos horários anunciados, salvo problema publicamente conhecido e aceito pela comissão Organizadora.
Art. 11º - O Ensaio Geral será no dia 20/08 para marcação de palco e som.

IV – DA PREMIAÇÃO:

Art. 11º - A avaliação das cenas será feita por um júri composto por 3 (três) profissionais da área convidados pela comissão organizadora que elegerá as seguintes categorias:
- Melhor Cena
- Ator Revelação
- Atriz Revelação
- Melhor Cena pelo júri popular
- Melhor Direção
Art. 12º - Todos os inscritos receberão certificado de participação no Festival.

V – BILHETERIA

Art. 13º - Valor dos ingressos: R$ 5,00 (cinco reais)
Os alunos participantes do Festival não necessitam de ingressos, e terão que retirar crachá de identificação de participante com uma semana de antecedência na secretaria

Venda de ingressos antecipados No Ribeirão em Cena – Lafaiete, 1084 a partir do dia 25/07.
Venda de ingressos no dia no Espaço Ribeirão em Cena – Lafaiete, 1084 a partir das 11h.  

Sofrimento? Escolha!

Nossa, hoje a manhã foi difícil, aliás, ainda são 9:00 horas, portanto digo que acordar foi bem ruim. Eu sou uma pessoa que detesta muito barulho e bagunça, acordar com isso então é o FIM! Acordei, pra variar, com o CACHORRO DO VIZINHO latindo, latindo e latindo sem parar. E ele por acaso fica no corredor ao lado do meu quarto! Sinceramente não sei como não fica sem voz! Ele late mesmo sem parar, sem 5 minutos de descanso!!! Mas enfim... fui dormir tarde e acordei cedo como sempre!
Outro dia acordei super cedo também, após ter ido dormir super tarde (estou de férias do curso de manhã, por isso quero aproveitar!), pra ir ao médico; que por acaso desmarcou, não conseguiu falar comigo no dia anterior à tarde, mas também não tentou no dia de manhã, nem deixou recado na secretária! Acha que fiquei com raiva? Só tive q gastar mais dinheiro, tempo e sono pra nada!!! Aliás, pra nada não. O Marcos foi comigo nesse dia, daí como sempre eu fiquei enchendo ele pra passarmos na TOK & STOK. Resultado: o de sempre, encontramos um armário que queríamos faz tempo na promoção, custando 4 X menos que custava! Sempre há algo de bom nas circunstâncias!
Essa semana está testando minha paciência de várias formas. Sem problemas, há 4 meses tenho que tê-la muito mesmo! Fiquei um mês de cama, sem andar, sendo carregada, ajudada a tomar banho, fazer minhas necessidade e me vestir, há 3 meses atrás e ainda estou lutando pra ganhar movimentos, equilíbrio e músculos na perna (com muitas dores!); não será uma pessoa que mente pra mim ou um cachorro que me tira o sono que me fará desistir ou que tornará meu dia péssimo. Eu tenho outros pensamentos e prioridades no momento.
Falando de PRIORIDADES, incrível como cada um estabelece prioridades diferentes né? Eu, de uns dias pra cá, tenho visto que faço isso de uma forma errada muitas vezes. Tem pessoas e coisas que não merecem nossa prioridade, cabe à cada um perceber isso.
Como é difícil ver tanta coisa às vezes. Tem pessoas descrentes, que não enxergam tantas coisas e por isso não acreditam. O ar não vemos, mas sentimos e nem por isso ele deixa de existir... e assim por diante. As pessoas de pouca fé precisam ver para crer, por isso veem o que não vale a pena e deixam passar tanta coisa bela! Para mim, o sentir vem antes de tudo, se não os surdos, cegos e mudos não conseguiriam viver. Quando falo desse sentir, não é o sentir material, mas o essencial, o que não dá pra tocar.
Quando percebemos muitas coisas, com frequência nos desencatamos. Mudamos a maneira de agir, de tratar, de lhe dar com situações e pessoas. Infelizmente isso acontece e se desencantar com algo ou alguém é HORRÍVEL, talvez pior do que quando alguém se desencata conosco. Eu particularmente perco o encanto quando vejo muita mentira, falsidade, omissão, joguinho, falta de respeito e educação... essas coisas me tiram do sério! Nossa, não posso deixar de falar da HIPOCRISIA! Putz... me tira do sério legal! Pessos hipócritas não tem uma amizade sincera da minha parte.
Ta certo que quase ninguém gosta disso. Mas acontece que nem todos percebem!
O sofrimento sempre é opcional! Sempre, sempre! Nossas escolhas e a maneira que vemos a vida é que fazem com que tenhamos sofrimento ou não. Eu aprendi que não sou obrigada a aturar certas coisas. Não no sentido de fugir de tudo que é difícil e sofrido, mas no sentido de dar um basta a tudo que me é desnecessário. Por exemplo, estou fazendo fisioterapia e isso me dá dores horríveis; mas minhas dores estarão ali mesmo se eu não fizer e se decidir largar (o que eu jamais faria) continuarei com as dores, mas sem progresso e evolução nenhuma; a DOR pode ser ou não um SOFRIMENTO pra mim! Sim, a dor pode não ser um sofrimento, apesar de ser extremamente difícil! Então, vamos eliminar os sofrimentos, mas não eliminar as situações necessárias.
Bom, eu concluo por aqui com a seguinte reflexão: NÃO VALE A PENA!
Não vale a pena se envenenar por tão pouco todos os dias: pelo trânsito; pelo vizinho; pelas pessoas que cobram, mas não cumprem (hipócritas); pela família que enche o saco; pelo salário que não cai; pelo colega que faz fofoca; pelo outro que não nos dá valor... enfim, são inúmeras coisas que não valem a pena merecer nossa dor de cabeça e sofrimento. Aliás, volto a dizer que NADA DEVE SER SOFRIDO! É difícil? Parece impossível? Sim! Eu consigo fazer tudo ou muitas coisas sem sofrer?! NÃO, mas juro que tento muito! Principalmente depois do acidente que SOFRI.
Espero que todos tenham uma ótima semana e o menos sofrida possível! TUDO DEPENDE DE COMO LHE DAMOS COM AS SITUAÇÕES!

Bom dia!
Gabriela Grecco

segunda-feira, 12 de julho de 2010

EU VIVERIA



EU VIVERIA MINHA VIDA COM VOCÊ
SE NÃO HOUVESSE...
TANTA COMPLICAÇÃO
TANTA MENTIRA
TANTA PROMESSA
TANTA PARTIDA


EU VIVERIA MINHA VIDA COM VOCÊ
SE NÃO HOUVESSE...
O PORÉM
O TALVEZ
O QUEM SABE
O NÃO SEI


EU VIVERIA MINHA VIDA COM VOCÊ
SE NÃO HOUVESSE...
A OMISSÃO
A FALSIDADE
A FRIEZA
A CRUELDADE


EU VIVERIA MINHA VIDA COM VOCÊ
SE NÃO HOUVESSE...
ALGUÉM
NINGUÉM
PESSOAS
OU COISAS


EU VIVERIA MINHA VIDA COM VOCÊ
SE TUDO FOSSE REAL
SE NADA FOSSE IMAGINÁRIO
SE NADA FOSSE FINGIDO
SE TUDO FOSSE O CONTRÁRIO


MAS, NEM SEMPRE SE PODE O QUE SE QUER
NEM SEMPRE SE QUER O QUE SE PODE
NEM SEMPRE SE QUER SOMENTE UMA COISA
E QUASE NUNCA TUDO É PERFEITO


PORTANTO, TALVEZ EU VIVA MINHA VIDA COM VOCÊ...
EM UMA OUTRA VEZ!




GABRIELA GRECCO
JULHO 2010



sexta-feira, 2 de julho de 2010

Despedida - Cecília Meireles

Por mim, e por vós, e por mais aquilo
que está onde as outras coisas nunca estão,
deixo o mar bravo e o céu tranqüilo:
quero solidão.

Meu caminho é sem marcos nem paisagens.
E como o conheces? - me perguntarão.
- Por não ter palavras, por não ter imagens.
Nenhum inimigo e nenhum irmão.

Que procuras? Tudo. Que desejas? - Nada.
Viajo sozinha com o meu coração.
Não ando perdida, mas desencontrada.
Levo o meu rumo na minha mão.

A memória voou da minha fronte.
Voou meu amor, minha imaginação...
Talvez eu morra antes do horizonte.
Memória, amor e o resto onde estarão?

Deixo aqui meu corpo, entre o sol e a terra.
(Beijo-te, corpo meu, todo desilusão!
Estandarte triste de uma estranha guerra...)
Quero solidão.

Cecília Meireles

Anúncios

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.