quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Olha eu por aqui!

Quanto tempo! Meu Deus!
Gente, nunca fiquei tanto tempo sem postar no blog!
Se eu for contar tudo que aconteceu e está acontecendo, vou passar dias inteiros postando aqui e ficará um bocado chato, rs
Bom... vamos resumir um pouquinho, só pra situar. As coisas estão meio mudadas! rs
Eu entrei em um emprego e já sai... (fiquei 6 meses em uma multinacional).
Descobrimos que minha mãe está com um câncer de laringe e depois de quase 6 meses na luta entre médicos, consultas e exames, ela finalmente começou a tratar! Dentro desse tempo ela já teve infarto, se submeteu à uma traqueostomia, passamos dias e noites em postos e hospitais! Não sei nem quantas internações já foram, nem em quantos andares do HC!
Eu finalmente estou assumindo completamente a minha sexualidade. Para aqueles que ainda não sabiam e para a sociedade no geral e até mesmo para mim, pois uma vez completamente assumida a vida muda, as preocupações e cobranças também, além das coisas boas (que são muitas, é claro!).
Não fiz quase nada de teatro este ano. Resolvi me dedicar a trabalhar muito (ganhando um dinheiro razoável) e cuidar da minha mãe.
A barra está um pouco pesada em alguns aspectos, como o da família por exemplo, que ao invés de ficar com hipocrisias e maldades com relação à minha sexualidade, deveria se unir e ajudar com a doença da minha mãe. Como sempre eu estou fazendo quase tudo por ela, sem muita ajuda (como de costume), mas desta vez, depois de eu dar umas espanadas brigando e falando umas coisas (além de ficar doente em outras, mas ninguém se comove com isso pra ajudar um pouco), as coisas estão relativamente diferentes; no final das contas sou eu quem levo minha mãe ao hospital, posto, perco dias e noites e até o emprego! Enfim... faço por ela não pros outros.
A vida mudou bastante durante esse tempo.
Atuei pouco como atriz, escrevi pouco, compus pouco, mas fiz muita coisa necessária; e apesar de muitas vezes chorar, gritar, me sentir um nada e ficar indignada com tanta coisa (inclusive as maldades que não são vistas como maldades), me sinto realizada em alguns sentidos que nunca me senti!
Aprendi: a dizer não, a falar a verdade de outras formas, a não me preocupar tanto por antecipação, a ter mais fé ainda, a romper os laços quando necessário, a não me cobrar e culpar tanto, a não ligar muito com o que os outros pensam, a relaxar mais em tantos sentidos!
Mas eu não parei, não parei um minuto sequer. Mais do que nunca não sei o que é deitar no sofá e assistir tv, mesmo nos momentos em que tinha um tempinho, não conseguia e ia fazer algo necessário (estou tentando mudar isso, mas tudo tem seu momento).
E aprendi demais isso...
Que tudo tem seu momento.
Degusto mais cada momento, seja ele como for!
Acredito que isso se chama aceitação e de uma certa forma me sinto mais segura por isso, por tantas coisas.
Estou ouvindo minha intuição mais do que nunca. E ela realmente me ajudou demais!
Fiquei mais fora daqui e de tantos lugares este ano, do que dentro, mas me sinto muito bem. Não quer dizer que não senti saudades, senti e sinto muitas, mas compreendo a necessidade de cada ocasião e circunstância.
Me sinto mais dentro de mim. Sei lá, mudei tanta coisa necessária e ainda pretendo mudar tantas!
Mais clareza e foco, me sinto muito assim!
Fotografei bastante e isso é muitoooo bom!
Espero e sinto que agora não ficarei tão distante daqui.
Vou postar alguns textos e poemas que escrevi ao longo deste ano e espero criar vários outros.

Sejam bem vindo novamente! Ou deveria dizer isso à mim?! rsrsrs

Até breve!

Gaby

Anúncios

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.