quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

FELIZ 2009!!!!

recados para orkut

Sua família espera por um Recado de Ano Novo que nem esse! Clique abaixo!
[red]*[/red] www.recadosonline.com/ano-novo.html [red]*[/red]


Vamos rir um pouquinho!

Como amanhã já será 2009, então temos que estar o mais relaxados possível pra essa virade de ano!
Desejo à todos um FELIZ ANO NOVO! Cheio de conquistas e buscas de sonhos!
Muita saúde, paz e amor à todos!

LEMBREM-SE: A GENTE RECEBE O QUANTO A GENTE SE DOA!

ESPERO VER ALGUNS DE VOCÊS HOJE E AMANHÃ!

GRANDE BEIJO!

GABY




domingo, 28 de dezembro de 2008

Angústia

Quão angustiante essa dor que sufoca meu peito

Quão angustiante esse olhar sem brilho

Não sei o motivo de tanta tristeza

Não sei porque me coloco tão abaixo da terra

Nem porque sinto-me sozinha quando tenho alguém

A vontade, o querer, permanecem, mas essa angústia me domina e aniquila tudo dentro de mim

Eu, que tenho tantas idéias, tenho tantos princípios e ideais, sou também tão fraca! Tão fraca e só!

Nem todos estão aqui, nem tudo está em mim

Nem tudo eu perdi, algo resta

Não tenho nada, mas alguma coisa tenho

Posso ter tudo, mas não sei se consigo

Posso ser muito, mas pouco sou

Às vezes me acho grande, mas logo mudo de idéia

Queria ter a certeza, certeza que nunca tive

Queria ter a coragem

Coragem que me falta

Queria ter a dedicação

Dedicação pra ser alguém

Queria me encontrar

Mas me perco sempre

sábado, 27 de dezembro de 2008

Ligação telefônica para um banco

- Alô? Quem tá falando?
- Aqui é o ladrão.
- Desculpe, a telefonista deve ter se enganado, eu não queria falar com o dono do banco. Tem algum funcionário aí?
- Não, os funcionários tá tudo refém.
- Há, eu entendo. Afinal, eles trabalham quatorze horas por dia, ganham um salário ridículo, vivem levando esporro, mas não pedem demissão porque não encontram outro emprego, né? Vida difícil... mas será que eu não poderia dar uma palavrinha com um deles?
- Impossível. Eles tá tudo amordaçado.
- Foi o que pensei. Gestão moderna, né? Se fizerem qualquer crítica, vão pro olho da rua. Não haverá, então, algum chefe por aí?
- Claro que não mermão. Quanta inguinorânça! O chefe tá na cadeia, que é o lugar mais seguro pra se comandar assalto!
- Bom... Sabe o que que é? Eu tenho uma conta....
- Tamo levando tudo, ô bacana. O saldo da tua conta é zero!
- Não, isso eu já sabia. Eu sou professor! O que eu queria mesmo era uma informação sobre juro.
- Companheiro, eu sou um ladrão pé-de-chinelo. Meu negócio é pequeno. Assalto a banco, vez ou outra um seqüestro. Pra saber de juro é melhor tu ligá pra Brasília.
- Sei, sei.. O senhor tá na informalidade, né? Também, com o preço que tão cobrando por um voto hoje em dia... mas, será que não podia fazer um favor pra mim? É que eu atrasei o pagamento do cartão e queria saber quanto vou pagar de taxa.
- Tu tá pensando que eu tô brincando? Isso é um assalto!
- Longe de mim pensar que o senhor está de brincadeira! Que é um assalto eu sei perfeitamente; ninguém no mundo cobra os juros que cobram no Brasil. Mas queria saber o número preciso: seis por cento, sete por cento?
- Eu acho que tu não tá entendendo, ô mané. Sou assaltante. Trabalho na base da intimidação e da chantagem, saca?
- Ah, já tava esperando. Você vai querer vender um seguro de vida ou um título de capitalização, né?
- Não.... já falei... eu sou... Peraí bacana... hoje eu tô bonzinho e vou quebrar o teu galho.

(um minuto depois)

- Alô? O sujeito aqui tá dizendo que é oito por cento ao mês.
- Puxa, que incrível!
- Incrive por que? Tu achava que era menos?
- Não, achava que era mais ou menos isso mesmo. Tô impressionado é que, pela primeira vez na vida, eu consegui obter uma informação de uma empresa prestadora de serviço pelo telefone em menos de meia hora e sem ouvir 'Pour Elise'.
- Quer saber? Fui com a tua cara. Acabei de dar umas bordoadas no gerente e ele falou que vai te dar um desconto. Só vai te cobrar quatro por cento, tá ligado?
- Não acredito! E eu não vou ter que comprar nenhum produto do banco?
- Nadica de nada, já tá tudo acertado!
- Muito obrigado, meu senhor. Nunca fui tratado dessa...
(De repente, ouvem-se tiros, gritos)
- Ih, sujou! Puliça!
- Polícia? Que polícia? Alô? Alô?
(sinal de ocupado)
- Droga! Maldito Estado: quando o negócio começa a funcionar, entra o Governo e caga tudo!

Luís Fernando Veríssimo

Nhoque de mandioquinha com aveia

Hummmm...
Somos humanos né? E pensar, ler e escrever tanto dá fome! Ôh se dá!
Uma deliciosa receita que peguei no site: http://vista-se.com.br/site/nhoque-de-mandioquinha-com-aveia/

Não reparem no plágio do post até mesmo com a foto publicada no site. Mas ta valendo, rsrsrs...

Espero que apreciem esta maravilhosa receita! Saudável, sem dor, sofrimento e morte! Carmicamente correta, rsrsrs...

Brincadeiras à parte aí vai:




Ingredientes:

Molho
3 dentes de alho picados (33 g)
2 colheres (sopa) de azeite (20 g)
6 tomates sem pele e sementes em cubos pequenos (578 g)
sal a gosto
pimenta-do-reino recém-moída
folhas de 5 ramos de manjericão lavados

Massa
500 g de mandioquinha cozida e espremida
1 xícara (chá) de Aveia em Flocos Finos (85 g)
sal a gosto
pimenta-do-reino recém-moída

Modo de preparo:

Molho: refogue o alho no azeite até ficar levemete dourado. Junte os tomates e cozinhe-os em fogo alto até murcharem, cerca de 5 minutos. Desligue o fogo, tempere com o sal e a pimenta e acrescente o manjericão.
Massa: após cozinhar, esprema a mandioquinha e leve novamente ao fogo para secar a água restante. Junte o restante dos ingredientes e misture bem. Faça rolinhos de 1,5 cm de diâmetro e corte em retângulos de 2 cm. Cozinhe o nhoque em água fervente com sal por 3 minutos ou até começarem a subir na superfície da água. Sirva em seguida acompanhado do molho de tomate.

Rendimento: 5 porções
Tempo de preparo: 35 minutos

Dica: substitua a mandioquinha por batata. Após cozida e espremida, volte-a à panela para secar bem e depois acrescente o restante dos ingredientes.

Porção (1 prato fundo): 236 g
VCT: 238,1 kcal
Fibras: 4,44 g
Colesterol: 0 mg

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Reflexão, mudança de hábitos

O Natal já passou...

Não quero falar sobre mtas coisas agora, mas agradeço aos dois amigos que responderam meu texto sobre Natal por e-mail. Na realidade, meu desabafo sobre tudo.
Vou me dar ao direito de postar aqui, parte de um texto do site: http://vista-se.com.br/site/instrucoes-para-cebrar-um-bom-natal/#more-810
Espero que o conteúdo dele possa servir para a comemoração do Ano Novo, para o próximo Natal e principalmente para a vida toda!!!

Fiquem com Deus!

Bjss
Gaby


Instruções para Celebrar um Bom Natal

por Rafael Bán Jacobsen


(...)Instrução 3: Preparar uma típica ceia natalina em família

Antes de iniciar os preparativos para a refeição festiva, observe o presépio que as crianças montaram na sala: tem vaca, cabrito, cordeirinho – todos observando o Jesus recém-nascido.

Agora pense na maneira como os Reis Magos celebraram a chegada de Jesus. Seus presentes foram ouro, incenso e mirra. Em nenhum momento, os magos, José ou Maria sugeriram assar um peru ou um pernil para comemorar.

A seguir, você recorda aquele documentário da TV a cabo sobre a vida de Jesus, que apontava evidências de que ele absorvera boa parte de sua filosofia de não-violência, idealismo ético, pureza espiritual, abominação à propriedade privada e coletivismo dos essênios, um grupo ou seita judaica ascética que teve existência desde mais ou menos o ano 150 a.C. até o ano 70 d.C. Entre os ensinamentos essênios, estava a prática do vegetarianismo.

Você então se dá conta de que, infelizmente, o sentido essencial desta data, o Natal, que deveria se prestar a uma reflexão coletiva sobre o modo como vivemos, perdeu-se por completo. E nada está mais distante do mais puro e cristalino sentimento cristão do que os cardápios natalinos. É verdade, você constata: as pessoas se esquecem de que os primeiros adoradores de Jesus foram justamente os animais e aquiescem na matança desenfreada que ocorre nesta época do ano. Quintuplica-se o abate de perus e outras aves; porcos, cabritos e carneiros também são mortos em proporções absurdas. As pessoas desejam paz em suas mensagens natalinas, mas enchem suas mesas com os cadáveres de criaturas inocentes. Ignoram os imensos danos que a indústria da carne acarreta ao meio ambiente e permanecem surdas ao argumento de que a carne em suas mesas significa a fome de milhões de pessoas (50% dos grãos produzidos no mundo destinam-se ao fabrico de ração para os animais de engorda; se esses mesmos grãos fossem utilizados diretamente na alimentação humana, que notáveis efeitos não teríamos!). Ironicamente, as pessoas pedem saúde no novo ano, enquanto se esbaldam em gordura animal. Aos poucos, esta entupirá suas veias e artérias, detonará seus fígados e afetará profundamente o equilíbrio de seus corpos e mentes.

Você então se lembra do peru que está descongelando na pia e sente uma pontada no coração.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Natal

Durante toda vida passamos por situações que às vezes nos machucam de verdade.
Não quero ser pessimista na véspera de Natal, mas quero relatar o que me ocorria agora à pouco.
Amanhã é Natal. Aqui em casa estará cheio de gente, pessoas queridas, minha família e se Deus quiser os amigos dirão um alô, mesmo não tendo nem nos falado por telefone!
Amigos... para que tê-los? Mas como viver sem eles?!
Estava lavando louça, agora de madrugada! Aproveitando pra deixar a casa em ordem enquanto meu sono das 3 da manhã não chega (detesto ser produtiva justamente nesse horário!).
Tinha prometido pra mim mesma que não entraria na internet nesta madrugada, mas não resisti perante ao desabafo que queria e quero fazer.
Somente agora me dei conta que estamos no dia 24 e não fui convidada para as festas de final de ano, para a comemoração do natal, não recebi nenhum cartão, telefonema, nem ao menos um e-mail que não fosse encaminhado, um e-mail pessoal, de amigo para amigo! Nem no orkut, os velhos amigos apareceram! Nem no buddy poke!!! Mas os novos, marcaram presença (poucos!)!
Pela numerologia tântrica, eu terminaria ano 9 em setembro, já acabou! Enfim! O 9 representa perdas, não ruins, mas perdas necessárias ao nosso progresso, acaba com o que não nos serve mais. Mas como toda perda, representa também a dor, pois mudar dói! E doeu muito! Ainda dói!
Perdi amigos, perdi hábitos, perdi certezas, perdi incertezas, perdi a coragem, perdi o medo, perdi o sono (e como!), perdi a mim mesma por muitas vezes! Mas perdi pra ganhar muita coisa! E ganhei! Apesar de difícil, este foi um ano muito bom! E perder, me fez também me encontrar!
Muita coisa foi muito necessário perder, outras no entanto, confesso que não enxergo o real significado de ter acontecido! Temos que tomar cuidado com a energia de perdas também, pra não deixarmos escapar aquilo nos serve ainda!
Estou falando sobre tudo isso, porque amanhã é Natal!!! Nascimento de Cristo! O cara que veio aqui, deu a cara, o corpo, a alma à tapa durante toda sua vida pra nos dizer o que realmente importa. E como ele pagou com a própria vida! Mas ele já sabia que todo esse sofrimento era necessário para nós e mesmo sendo um espírito muito mais evoluído, se submeteu ao corpo humano e à todo sofrimento possível para nos salvar!
Estou com o coração doído! Não deveria estar, deveria agradecer por tudo que tenho! Na verdade eu agradeço todos os dias, sempre, sempre, mas não posso negar que uma tristeza toma conta de mim nesta véspera de Natal.
Ontem e hoje, enquanto caminhava, ia atrás de presentes, fazia minhas coisas, me deparava direto com a testa franzida, com os olhos tristes, corpo murcho, não entendia porque, não sabia que estava triste e tentava mudar meu estado. Agora, tendo enxergado à pouco tanta coisa e escrevendo tudo isso, consigo ver a razão.
Olha, não guardo ressentimento de ninguém neste momento e não entendo muita coisa. Muitas atitudes de tanta gente que foi e é ainda muito querida por mim. Mas mesmo asim acho que estou nascendo novamente. Este é o verdadeiro sentido do Natal, nascimento!
Espero que vocês, amigos distantes, amigos presentes, família, conhecidos, desconhecidos, possam renascer nesta data tão importante! Se alguma mágoa, ressentimento, raiva, medo, dor, estiver aí alojado dentro de você, liberte-se, viva feliz! Me perdoe, perdoe às pessoas, se assim puder fazer e espero que eu e elas também possamos te perdoar!

QUE TODOS TENHAM UM ÓTIMO NATAL E UM ÓTIMO ANO NOVO.
QUE O AR POSSA SER MAIS LEVE, MAS ELE TEM O PESO DA SUA ALMA, PORTANTO, LIBERTE-SE! ESSAS PEQUENAS COISAS DOLOROSAS (PEQUENAS SIM, NÓS QUE TORNAMOS ELAS CADA VEZ MAIORES) NÃO VALEM A PENA!
E AS GRANDES COISAS, QUE CONSIDERAMOS PEQUENAS, SÃO AS QUE DEVEM PERMEAR POR NOSSAS VIDAS! UM "BOM DIA!", UM SORRISO, UM RESPIRAR FUNDO E NÃO DIZER DESAFOROS, SÃO "PEQUENAS COISAS GRANDES" QUE NOS FAZEM VIVER MAIS!

LEMBREM-SE, NATAL É DATA DE VIDA, DE COMEMORAÇÃO, DE AMOR! TENTE NÃO CELEBRAR COM A MORTE E O SOFRIMENTO! NÃO USE DESTA DATA JUSTIFICATIVA PARA SE AFOGAR EM SEUS PRAZERES, COMO COMER DEMAIS E SER RESPONSÁVEL POR TANTAS MORTES QUE FICAM EXPOSTAS À MESA. NÃO MATARÁS, TAL É O MANDAMENTO!

SOMENTE COM ATOS DE VERDADEIRO AMOR, QUE O TEREMOS PARA NÓS!

ENTÃO, MUITO AMOR À TODOS!

OBRIGADA JESUS, POR PODERMOS COMEMORAR AINDA SEU NASCIMENTO. POR ESTA DATA SER RESPONSÁVEL POR MUITOS PERDÕES, PELA FAMÍLIA UNIDA, PELO AUTRUÍSMO REPENTINO E PELA SOLIDARIEDADE!

FELIZ NATAL À TODOS DO PLANETA! TODOS!

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Bissexualidade, amor flex

Especialistas debatem: será que todas as formas de amar valem a pena?

Biológica e culturalmente, nascemos homens e mulheres, seres fisicamente diferentes e definidos aos olhos da sociedade. Feitos um para o outro, homem e mulher seriam as metades da mesma laranja. A sociedade ensina que homem tem que se relacionar com mulher e vice-versa. Entretanto, o comportamento de cada um vai se moldando ao longo do tempo e sofre influências bio-psico-sociais. Resultado: nem oito nem oitenta. Tradições dão lugar a novos valores surgidos a partir de grupos que se formam batendo de frente firmemente com o que a sociedade impõe. A opção sexual, por exemplo, ganhou relevância no contexto social moderno. E a bissexualidade ganhou espaço não só nas rodas de discussão. A moda agora é ser flex.

A juventude de hoje vê na sexualidade uma forma de dar o grito de liberdade. "Estamos aceitando a diversidade. Permitimos que as pessoas ‘diferentes' do padrão imposto socialmente saiam de seus casulos e assumam seus desejos. Isto é um ganho individual e social. Provavelmente, num futuro próximo, muitos dirão: estou bissexual, e não sou bissexual", diz a terapeuta sexual Franciele Minotto. Mas, quando se trata da sexualidade, muitos ainda arregalam os olhos se o assunto é ser bi.

Descobrir-se bissexual é uma questão que está intimamente ligada à relação com o mundo que cada um tem. A cultura tem um papel fundamental na definição dos papéis sociais. É a partir dela que se define o conjunto de comportamentos considerados adequados às pessoas. Com a bissexualidade é a mesma coisa. "Ao identificar-se como bissexual, o indivíduo é inserido em um circuito de relações sociais que envolve moda, comportamento, formas de linguagem, freqüência a lugares específicos", explica o sociólogo e pesquisador Rodrigo Rosistolato.

Resolvidos os traumas, aparadas as arestas internas e definido o que é atração real e o que é simples curiosidade, vem a "saída do armário". E a decisão de assumir-se só o próprio indivíduo pode tomar. A honestidade, pregada pela sociedade, esbarra em aspectos pessoais, profissionais e familiares. Esta apresentação para o mundo pode vir acompanhada por momentos difíceis. A mestre em Psicologia Clínica Thays Babo acredita que o autoconhecimento pode ajudar na hora da escolha. "O armário bi tem duas portas: uma para homossexualidade, outra para a heterossexualidade. E abrir ambas ao mesmo tempo requer muito mais do que coragem: requer auto-aceitação, auto-entendimento. Afinal, é duplamente difícil se assumir como gostando de ambos os sexos - por vezes indistintamente, por outras com alguma preferência", explica.

A especialista não acredita que o ambiente influa na orientação sexual. Para ela, o seu papel é outro. "O ambiente é fundamental para a aceitação negação ou repressão - o que equivale dizer que o ambiente influencia no "comportamento sexual". É muito diferente e mais fácil se assumir homo ou bi em uma grande cidade, em que há um anonimato, não se precisa dar conta da sua vida sexual para família, comunidade etc", ressalta.

O mais famoso defensor da bissexualidade humana foi o pai da psicanálise Sigmund Freud, que dizia que todos nascem com plena possibilidade de serem bi, mas as experiências e a relação com a sociedade vão moldando a sexualidade humana. "Ser ou não ser bissexual não é uma escolha consciente. A orientação sexual não é algo que se escolhe, é algo que se vive, acontece!", ratifica a terapeuta Franciele Minotto.

Alguns atribuem a mudança na orientação sexual às experiências sexuais iniciais. Mas parece que a influência não é tão direta. "Cada história é uma história. Cada indivíduo interpreta suas iniciações e vivências sexuais a seu modo. Alguns jovens iniciam a vida sexual com colegas do mesmo sexo, mas acabam tornando-se exclusivos heterossexuais ao longo da vida, alguns descobriram sua bissexualidade após a vivência da exclusiva heterossexualidade. Assim, não há regras", afirma a Dra. Franciele.

Porém, a descoberta da bissexualidade não é um mar de rosas para todos. Para alguns é um verdadeiro susto. "A pessoa se questiona, acha que está confusa, tem dificuldade de aceitar que bissexualidade existe e não é doença ou desvio de caráter - como grande parte da população acha, ainda no século 21", conta Thays.
A aceitação da bissexualidade, tanto por parte do bissexual quanto de quem o rodeia, pode ser um processo lento e doloroso. O medo de ser diferente pode impedir a decisão de se mostrar para todos. Por isso há indivíduos que ficam por muito tempo "em cima do muro", adotando o comportamento que lhe convier, dependendo do grupo em que está inserido.
Depois de todas as pontuações, a pergunta que não quer calar é: bissexualidade existe mesmo ou é lorota? A resposta é simples. Existe sim, e há muito mais bissexuais do que se imagina. Aliás, tem gente que é e nem desconfia.... "Talvez apenas um terço dos bissexuais tenha algum contato sexual efetivo com parceiros de ambos os sexos. Mas poucas vão abrir isto e se identificar como bissexuais", afirma a psicóloga.

Segundo a terapeuta sexual Franciele Minotto, teoricamente, o que define nossa orientação sexual não é nossa prática sexual e sim nossa atração. "Bissexual é o indivíduo que se sente atraído por pessoas do mesmo sexo e do sexo oposto (ambos os sexos), no entanto, não necessariamente precisa fazer sexo com o mesmo sexo e/ou com o sexo oposto", explica a especialista.

Autora do livro "Bissexualidade: invisibilidade e existência", prestes a ser lançado, Thays Babo concorda. "Apesar de a sexualidade ser definida freqüentemente como um contínuo - com heterossexualidade (atração exclusivamente por membros do sexo oposto) em uma extremidade, e homossexualidade no outro (atração exclusivamente por membros do mesmo sexo) - no meio estão pessoas que têm atração por membros de ambos os sexos. Podem ser desejos ocasionais (fantasias, sonhos)", explica a especialista. E ela continua: "Determinar o que faz o desejo surgir é uma tarefa que psicólogos têm se dedicado e ainda não conseguiram decifrar. Há quem busque causas biológicas, hormonais, outros falam de contexto familiar ou social".

Isso prova que a bissexualidade pode estar muito mais presente do que imaginamos. De acordo com a Dra. Franciele, o Estudo da Vida Sexual do Brasileiro, coordenado pela Dra. Carmita Abdo, aponta que a prevalência de bissexuais entre as mulheres é de 0,9% e 1,8% entre os homens, variando conforme a faixa etária. Nas mulheres entre 18 a 25 anos a prevalência é de 1%, já nas acima de 60 anos é de 0,8%. Entre os homens na faixa etária de 18 a 25 anos é de 2,1%, nos acima de 60 anos chega a 0,4%.

O sociólogo Rodrigo Rosistolato ressalta que as estatísticas só incluem as pessoas que escolhem declarar a bissexualidade como opção ou orientação sexual. "As pessoas que praticam a bissexualidade, mas não a declaram, não constam em qualquer estatística. A filósofa Elisabeth Badinter chama atenção para o efeito que classificações como heterossexual, homossexual, bissexual exercem nas pessoas. Quando classificadas desta forma, as pessoas passam a ser vistas exclusivamente a partir de seus desejos sexuais, o que cria, em muitos casos, intensos processos de rotulação e estigmatização", lembra.

É bom ressaltar que assim como os homos e heteros, os bi não carregam um neon piscando na testa. Não existem diferenças comportamentais. Sua busca é como qualquer outra. São seres humanos em busca de amor, carinho e afeto, mas que têm atração por ambos os sexos, já que homens e mulheres oferecem satisfação. "Não há como diferenciarmos um bissexual na balada ou num bar. Todos flertam, paqueram se insinuam em busca do prazer. A diferença é que tanto um belo homem, como uma bela moça podem ser o alvo da paquera", afirma Franciele Minotto.

Ainda não existe nenhuma comprovação científica de que há fatores genéticos envolvidos na orientação sexual, mas um conjunto de influências está presente. "Não há genes a pesquisar para saber se temos a ‘tendência' ou não. O maior teste é a vida. A sexualidade é um fenômeno biológico, psicológico, social e emocional. As interações da genética, do ambiente, dos ganhos e perdas sociais é que formam a personalidade do indivíduo, suas buscas e traumas são herança de algo que tem significado apenas e tão somente para ele", ressalta a terapeuta.

A psicóloga Thays Babo vai mais além. "Espero que nunca encontrem algum gen relativo à orientação sexual, pois um casal homofóbico, por exemplo, pode querer investigar isto durante a gestação e querer abortar, por exemplo. Planos de saúde podem querer preços diferenciados, por exemplo, para as diferentes orientações sexuais. Já pensou?", questiona.

Se ser ou não ser é a questão, a escolha entre as possibilidades só depende de cada um. Mesmo com toda reviravolta social e liberdade sexual, ainda há quem pense que a homossexualidade ou bissexualidade seja uma doença. E Thays Babo avisa: "Muito tardiamente a Medicina e a Psicologia aceitaram que a orientação sexual, por si só, não aponta nenhum transtorno de personalidade e nem patologia. Frente a um psicólogo ou psicóloga que manifeste preconceito ou tente ‘reverter' a orientação sexual, cabe uma denúncia ao Conselho, para que o profissional seja advertido".

E para aqueles que estão em cima do muro, a saída é relaxar e deixar a vida fluir. "Não mandamos em nossa atração sexual, ela surge e o resto é com você! A bissexualidade não é tão ruim quanto parece. Lembre-se que aumenta a possibilidade de encontrar o par perfeito", incentiva a Dra. Franciele.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Paradigma

Bom, achei muito importante colocar aqui no blog assuntos variados, dentre eles sobre sexualidade. Eu leio muitos artigos toda semana e quero compartilhá-los com todos, e estes relacionados à sexualidade humana, nos ajudam a se perguntar e descobrir os muitos problemas conosco e com o mundo.
Precisamos quebrar muitos paradigmas, assim viveremos mais e melhor! Evoluindo sempre!

Falando sobre paradigma, quero postar aqui, antes de começar a postar alguma coisa sobre sexualidade, uma pesquisa muito interessante que vi agora mesmo!

Como Nasce um Paradigma
Um grupo de cientistas colocou cinco macacos numa jaula, em cujo centro
puseram uma escada e, sobre ela, um cacho de bananas.
Quando um macaco subia a escada para apanhar as bananas, os cientistas
lançavam um jacto de água fria nos que estavam no chão. Depois de certo
tempo, quando um macaco ia subir a escada, os outros enchiam-no de pancada.
Passado mais algum tempo, mais nenhum macaco subia a escada, apesar da
tentação das bananas. Então, os cientistas substituíram um dos cinco
macacos. A primeira coisa que ele fez foi subir a escada, dela sendo
rapidamente retirado pelos outros, que lhe bateram.
Depois de alguma surras, o novo integrante do grupo não subia mais a escada.
Um segundo foi substituído, e o mesmo ocorreu, tendo o primeiro substituto
participado, com entusiasmo, na surra ao novato. Um terceiro foi trocado, e
repetiu-se o facto. Um quarto e, finalmente, o último dos veteranos foi
substituído.
Os cientistas ficaram, então, com um grupo de cinco macacos que, mesmo nunca
tendo tomado um banho frio, continuavam a bater naquele que tentasse chegar
às bananas.
Se fosse possível perguntar a algum deles porque batiam em quem tentasse
subir a escada, com certeza a resposta seria: "Não sei, as coisas sempre
foram assim por aqui..."
Não devem perder a oportunidade de passar esta história para os vossos amigos,
para que, de vez em quando, se questionem porque fazem algumas coisas sem
pensar ...

Espalhem este texto pela internet, em conversas, bate-papo com seus amigos, familiares. Agimos de maneiras diferentes e muitas vezes nem sabemos o porque das nossas atitudes e convicções. São informações armazenadas no nosso subconsciente. Podem estar sendo repassadas para nós há centenas de anos! Precisamos rever nossos CONCEITOS!

Enchente

Esse final de semana choveu demais em Ribeirão! Sábado uma chuva de 50 minutos foi o suficiente para o rio, no centro da cidade transbordar e alagar tudo!
No domingo, eu estava no centro com o Marcos, no shopping Santa Úrsula e graças à Deus viemos embora a tempo. Mas, mesmo assim nos encharcamos no caminho pra casa. Pelo menos deu pra passar pela área central sem pegar o alagamento.
Mas, enfim, estou escrevendo tudo isso, porque vi no jornal regional hoje na hora do almoço, o estrago que a chuva fez (estrago material, já que espiritualmente ela serve de limpeza, por isso chove tanto nessa época de Natal e Ano Novo).
Daí muitas pessoas reclamaram que perderam coisas que demoraram muito para adquirir, que passaram a madrugada lavando a casa, etc, etc, etc... Mas, você olha pra casa das pessoas, inteirinha cimentada!!!
É sobre isso que quero falar hoje! As pessoas reclamam, reclamam e reclamam (tudo bem, faz parte do Ser Humano reclamar!), mas nada fazem! Adquirem um imóvel e a primeira coisa que fazem é meter o cimento em torno de toda casa e da calçada! Gente! Se a água, não tem onde penetrar, é claro que ela vai sair lavando e levando tudo que tem pela frente até encontrar onde possa voltar de onde veio!
O homem constroe a cidade em torno dos rios, deixa seu canal estreito e em torno dele põe asfalto, cimento e tudo que há pra esconder a terra! De onde tudo que precisamos vem! A terra é o que tudo nos dá! Sem a água e a terra, é impossível viver!
Tem outra coisa também. Eu raramente vejo alguém jogar os papéis que recebe no semáforo, papel de bala, etc, no lixo!!! Imagina se cada pessoa jogasse um "simples" papel de bala na rua! Mas nós sabemos que algumas pessoas não jogam, foram bem educadas pelos seus pais (assim como os meus sempre pegavam no pé pra nunca fazer isso, eu de verdade não me lembro se alguma vez na vida joguei um papelzinho na rua), enquanto outras fazem questão de jogar tudo que vêem pela frente! Por que não se joga no meio da rua? Ela num é uma grande lata de lixo? Então se joga!
E os fumantes??? Se acham no direito de enviar ao meio ambiente e aos nossos narizes, olhos, cabelos, peles, toda esse poluição e podridão. Ainda por cima, pra fechar com chave de ouro, jogam a "bituca" no chão!!!! Isso porque o cigarro não demora quase nada também pra se decompor! Imagina desde quando essa MERDA foi criada, o quanto tem disso no mundo, emporcalhando, tornando nosso planeta uma latona de lixo! AFFFF.... QUE NOJO!!! Que falta de educação pra com sigo e com os outros!!!
É claro que não devemos tirar a responsabilidade dos governantes! Ribeirão é uma cidade que cresceu muito e sem planejamento! A gente só vê um pouco de planejamento nos bairros novos, assim como o meu, que tem muitas árvores, grandes avenidas, canteiros centrais, as calçadas por lei deveriam ter somente uma faixa cimentada, o restante de grama ou terra, para a água escoar. Mas isso não acontece, 90% das pessoas do bairro tacaram cimento na calçada toda, assim como em toda casa! Meu vizinho da frente, pasmem, até tampou o bueiro!!! Isso porque minha rua e várias outras acabam em outra rua, que as cruza e aqui é uma descida enorme, ou seja, quando chove, toda a água vai direto para essas casas la de baixo! Daí uma pessoa idiota como meu vizinho tampa o bueiro e contribui para que mais água desca e invada os lares dessas famílias. Eu também fui premiada com bueiro na minha porta, mas fazer o quê? Não posso, por uma vaidade minha, tapá-lo e prejudicar dezenas de famílias! Sou designer de interiores, preso pela beleza, mas acima de tudo como pessoa e como designer, preso pela justiça, solidariedade e respeito à liberdade de cada um! Aliás, foi no curso de design que aprendi a importância do planejamento urbano. Acho que todos tinham que ter na escola temas como esses abordados, são de uma importância muito grande!
Aqui em Ribeirão já passou da hora do poder público estudar e aplicar uma forma que melhore essa situação, já que acredito não revolver por completo, se as pessoas não criarem a consciência de que são as maiores responsáveis. A lei da vida é justa, nos volta tudo aquilo que emanamos e criamos para nós e o mundo. Por isso, além da resolução material, o governo tem que insvestir na educação e começar a criar cidadãos de verdade! Claro que não será somente o governo que fará isso, mas todos nós e não devemos cruzar os braços e esperar que algo seja feito somente por quem está no poder.
Espero que as pessoas parem de reclamar e comecem pelo menos a se questinar, no seu intímo, qual sua responsabilidade perante tudo isso!
Todos somos responsáveis! Vamos deixar de ser acomodados e começar a agir! Mas não há ação exterior, sem antes haver ação interior.
Portanto, sejamos a mudança que queremos no mundo!

sábado, 20 de dezembro de 2008

Peregrinação

Este ano, 2008, coloquei algumas metas para mim. Uma delas era ler 20 livros!
Pois bem, estamos no dia 20 e estou lendo meu último livro: Coisas de homem, coisas de mulher. É um livro de crônicas, do Laé de Souza, mto bom!
Mas, quero falar sobre outro livro, que terminei de ler agora em dezembro, no início do mês. O DIÁRIO DE UM MAGO, do Paulo Coelho. Foi o segundo livro que li dele, o primeiro foi O ALQUIMISTA. Muito bons! Tem mta gente que faz críticas ruins ao autor, mas eu particularmente adoro seus livros. Talvez somente quem está mais ou menos na mesma jornada que ele, possa compreender o que seus livros realmente dizem.
Enfim, tudo isso me deu mta vontade de fazer uma, ou várias peregrinações, já que O DIÁRIO DE UM MAGO, fala sobre sua peregrinação pelo caminho de Santiago, em busca de sua espada.
Fiquei pensando quando poderia me aventurar numa caminhada sagrada como essas, que dizem, modificar muito a vida de quem passa por essa experiência. Mas, Santiago, fica mto longe! Eu certamente teria que esperar alguns anos até arrumar uma boa grana, pois os gastos não são poucos!
Daí me lembrei que uma vez havia visto uma reportagem de um caminho para peregrinos aqui na América do Sul, mas eu ainda tinha que pesquisar para ver onde é. Estava ansiosa por descobrir.
Um dia, aqui em casa, lavando louça e ouvindo música, algo ficou martelando mto na minha cabeça pra eu ligar a TV e ouvir o noticiário regional, na hora do almoço. Liguei e fiquei ouvindo, enquanto fazia os trabalhos dométicos, rsrsrs...
Para minha surpresa, uns 3 minutos depois, anunciou uma série de reportagens que a EPTV produziu sobre peregrinação! Fiquei alucinada! Tudo que eu queria saber tinha vindo mais rápido do que eu pensava! E vi as reportagens. Foram durante toda a semana, vi quase todas.
Tem vários lugares aqui no Brasil e inclusive no interior de SP com caminhos para peregrinos! Um deles é o CAMINHO DO SOL, daqui do interior.
São cerca de 241km percorridos em 11 dias. Durante o trecho, há várias paradas em fazendas, cidades, hotéis, onde se come uma boa comida e se hospeda em instalações confortáveis. Este é um dos caminhos mais procurados que os peregrinos procuram para se preparem para o caminho de Santiago.
Há também o CAMINHO DA LUZ, localizado no sul de minas gerais. Neste são 195km que tem início na cidade de Tombos e termina no Pico da Bandeira. Percorridos em 7 ou 10 dias, a informação não está precisa nos sites.
Já estou me programando e com certeza no início de 2009 irei percorrer um desses caminhos. Por isso estou me informando o máximo que posso.
Estes parecem ser realmente caminhos que nos levam para uma jornada de autodescobrimento. As caminhadas são mais espirituais que físicas. Todos que passam por essa experiência, se dizem renovados, pessoas melhores! Começam a enxergar coisas em suas vidas em poucos dias, que em anos não conseguiram ver.
"Há mais segredos entre o céu e a terra que sonha sua vã filosofia", famosa frase do Shakespeare. Esses caminhos são mto especiais. Estão embebidos de boas vibrações e da fé das pessoas que nele transitam.
Eu particulamente, sempre que tinha tido uma briga, quando estava mto nervosa ou confusa, saía andando, pensando, "esfriando os nervos". Hoje, sei que é mto importante, pra nós Seres Humanos, e acima de tudo, Seres Espirituais, estar só, olhar no nosso íntimo, conversar consigo mesmo.
Olha, com certeza vale a pena guardar um dinheirinho e percorrer um caminho de peregrinação, ao invés de fazer aquela viagem em que a gnt só come, ouve música o dia todo e ainda por cima gasta o que pode e o que não pode! Fica pagando meses antes a viagem, viaja, gasta o que tem e ainda continua pagando no cartão por meses à fora o que gastou em uns 7 dias de viagem.
Eu não vejo a hora de poder participar de algo tão importante, como essas "caminhadas sagradas" e começar um ano renovado, cheio de esperança e mudança interior.

Veja alguns sites:
http://www.caminhodosol.org/
http://www.caminhodaluz.org.br/

Fotos do Caminho da Luz










sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Quem disse que amar é fácil - Arnaldo Jabor

Sempre acho que namoro, casamento, romance tem começo, meio e fim. Como tudo na vida. Detesto quando escuto aquela conversa:

- 'Ah, terminei o namoro... '
- 'Nossa, quanto tempo?'
- 'Cinco anos... Mas não deu certo... Acabou'
-?É não deu...?

Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou.

E o bom da vida, é que você pode ter vários amores.

Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam.

Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro?

E não temos esta coisa completa.

Às vezes ele é fiel, mas não é bom de cama.

Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.

Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.

Às vezes ela é malhada, mas não é sensível.

Tudo nós não temos.

Perceba qual o aspecto que é mais importante e invista nele.

Pele é um bicho traiçoeiro.

Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia.

E as vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona...

Acho que o beijo é importante...e se o beijo bate...se joga...senão bate...mais um Martini, por favor...e vá dar uma volta.

Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra.

O outro tem o direito de não te querer.

Não lute, não ligue, não dê pití.

Se a pessoa tá com dúvida, problema dela, cabe a você esperar ou não.

Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.

O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta.

Nada de drama.

Que graça tem alguém do seu lado sob chantagem, gravidez, dinheiro, recessão de família?

O legal é alguém que está com você por você.

E vice versa.

Não fique com alguém por dó também.

Ou por medo da solidão.

Nascemos sós. Morremos sós. Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado.

E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.

Tem gente que pula de um romance para o outro.

Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?

Gostar dói.

Você muitas vezes vai ter raiva, ciúmes, ódio, frustração.

Faz parte. Você namora um outro ser, um outro mundo e um outro universo.

E nem sempre as coisas saem como você quer...

A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.

Se alguém vier com este papo, corra, afinal, você não é terapeuta.

Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.

Na vida e no amor, não temos garantias.

E nem todo sexo bom é para namorar.

Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar.

Nem todo beijo é para romancear.

Nem todo sexo bom é para descartar. Ou se apaixonar. Ou se culpar.

Enfim... Quem disse que ser adulto é fácil?

Arnaldo Jabor

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

TREPAR PRA VIVER!

Engraçadas as situações da vida, não é?

Esses dias estava eu falando de TPM, que no caso, eu estava (e ainda estou) nessa fase ótima da vida de uma mulher. Quando uma MULHER vira e diz: TPM é falta de sexo!

Meu Deus! Que ótima notícia!!!!

Então quer dizer que todos os meus problemas, estresses, dores de cabeça, crises de choro e etc, etc, etc, se resumem unicamente na falta de sexo?!!!

Caramba, como é bom saber, que milhões de anos de evolução até nos tornarmos HOMO SAPIENS (os Seres mais evoluídos do planeta e munidos de razão, o único ANIMAL racional! Ou não!) , de nada adiantaram! Meus problemas resumem-se basicamente numa necessidade corporal, assim como nos animais IRRACIONAIS (que parecem ser mais racionais que nós)!

Aliás, quem foi o cara que deu razão pra gente hein? Se só precisamos trepar pra resolver nossos problemas ou chegar a raciocínios evoluidíssimos, assim como esse, que tive a HONRA de presenciar há alguns dias!!!

Eu estou até pensando em ir na minha ginecologista, ter uma conversa franca com ela: “Doutora, estou com muita TPM, será que você não poderia me receitar mais sexo?” Ou se não ir a um terapeuta, que descobri ter a profissão mais ridícula do mundo, analisar um Ser que precisa só comer, dormir, beber água, ter um pouquinho de lazer e de quebra TREPAR muito pra não ter conflitos existenciais!

Interessante! Que droga o homem usou pra dizer que milhões de anos nos tornaram os Seres mais complexos e intrigantes do Planeta?!

Só é preciso continuar como o animal: Sobreviver e TREPAR!

A gente deve estar muito fumado mesmo com toda essa poluição, achando que somos complexos! Somos muito simples! Essa pessoa, felizmente me abriu os olhos, depois de afirmar algo tão estarrecedor! Contrário a todos os livros que já li em toda minha vida, que com certeza ela não deve ter lido, porque estava curando sua TPM, transando muito! O que aliás parece que as pessoas mais buscam hoje em dia! Mas algumas não encontram não é? O que leva elas a fazerem afirmações sem preconceito, machismo e frustração nenhuma como essa, que já disse, tive o privilégio de presenciar, se não este texto não existiria hoje!

Esse mundo contemporâneo e toda sua liberdade (ou libertinagem??!!)! Se isso acontecesse na época da inquisição provavelmente essa mulher iria pra fogueira e não poderia resolver todos os seus problemas transando muito!

Como é bom evoluir e ter a oportunidade de descobrir a tempo que a vida é muito mais simples do que parece!!!

Ah, por favor, alguém me regrida alguns milhões de anos! Para que ser racional e tão complexa? Quando posso simplesmente TREPAR para viver!!!

TREPAR PRA VIVER...

Gabriella Grecco

03/07/2008

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Bem vindos!

Olá pessoas!

Criei este blog com o intuito de postar aqui as coisas boas da vida!
Principalmente artigos, poesias e teatro. Mas também fotos, vídeos, viagens, culinária, moda, decoração....
Enfim... de quase tudo um pouco.
Precisamos das coisas boas da vida, mesmo que às vezes essas coisas ainda tenham que ser conquistadas, significando luta e determinação!
Espero que sintam-se à vontade, para opinar, comentar, ler, rir, refletir, chorar...

Abram o baú e deparem-se com sensações e emoções variadas!
Ah... ele não tem fundo, portanto, explore à vontade!

Grande Bjo!
Gaby Grecco

Anúncios

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.