segunda-feira, 30 de julho de 2012

[Des]Amparo

Pois é... aconteceu...
O medo da minha mãe e a minha apreensão, talvez fossem um sinal de que as coisas não seriam tão boas assim!
Quando o médico me chamou em particular, depois de algumas horas dela ter entrado na sala de exame e começou a explicar, comecei a sentir mal, afinal ele havia acabado de dizer que tinha perfurado o duodeno dela no exame! Nessa hora eu já estava, tremendo e com batedeira. No momento em que disse que ela deveria ir pra uma cirurgia de emergência que a situação era grave, me senti um pouco mais aliviada, afinal, minha mãe estava viva!!! Da maneira como tudo estava sendo dito com cuidado, como ele se apresentou pra mim, a cara que ele estava, eu temia o pior! Mas a apreensão continuou, devagar, enrolando. Eu perguntei se era arriscado, ele disse que era caso de risco de morte. Que deveria ir imediatamente pro centro cirúrgico. Falou pra avisar familiares. Perguntei se poderia vê-la antes ou alguém da família, ele disse que sim.
Saí, sozinha, com as pernas bambas, mãos tremendo, coração saindo pela boca, pelo corredor do hospital lotado.
Eu precisava me focar. Era difícil, muito difícil! E nem um abraço eu dei nela antes dela entrar, nem um afago nos cabelos! Ela estava com tanto medo! Meu Deus, poderia ter sido a última vez que eu veria a minha mãe! E eu insisti pra que fizesse o exame que ela não queria fazer!!! Meus Deus....
Liguei pro meu pai, não conseguia falar [FILHA, FILHA!] [[PERAÍ...]] Engoli algumas vezes, respirei fundo:

- A mamãe foi fazer o exame e perfuraram o duodeno. Ela vai ter que ir pra uma cirurgia de emergência agora e é de risco. Vem pra cá. Eu to sentindo mal.

Ele falou que estava indo, tinha acabado de fazer o que estava fazendo e logo ia.

Fiquei lá sozinha. Fui pra fora do hospital. Voltei pra dentro. Como era difícil raciocinar. Liguei pra mais duas pessoas! Eu precisava falar com o meu irmão, mas não tinha créditos, só bônus. A Taty já estava indo pra lá, sem que eu desse a notícia, estava quase chegando, parece até que sentiu!

Fiquei na cadeira sozinha, chorando, pensando em tanta coisa que precisava fazer (como ligar pra um monte de gente), pensando em não ter dado um abraço, um beijo, um afago na minha mãe! Suas últimas palavras pra mim: "Vai comer, tem dinheiro na carteira". Até apavorada ela se preocupava mais comigo! E eu, nem um beijo (esse povo desse hospital poe pressão em tudo também nunca vi!). Mas, o engraçado é que me deu uma vontade enorme de dar um beijo nela na hora que estava entrando, fazer um carinho e dizer eu te amo antes de entrar enfim. Eu sempre faço essas coisas, mas foi diferente, sei la, senti uma coisa estranha por não ter feito, fiquei pensando um tempão nisso depois que ela entrou.

Fique ali, apavorada com a ideia de não ter mais meu chão, meu Amor maior!

Quando a vi antes de entrar acompanhei e em pensamento mandei boas energias e disse muito que a amava. Ela estava dormindo, sob o efeito da anestesia do exame.

Meu pai demorou...

Chegou mais tarde, quando ela já tinha entrado na cirurgia. Depois falei com meu irmão. Daí o Marcos chegou lá também.

A cirurgia demorou horas, mais de 5! O pior era que tinham tido umas 3, aí já viu né? O desespero era enorme, senti mal por várias vezes. Parecia que ia me dar um troço. Que bom que o Marcos e a Taty ficaram lá comigo a noite toda, até eu ir embora pra dormir um pouco. Ficamos nós três lá até ela descer pra recuperação. Durante essas horas orei tanto, mas tanto! Peguei a oração de Santo Expedido que ela tem na bolsa e que estava fazendo antes de entrar no exame, a fiz várias vezes, li o evangelho, orei, pedi, orei, mandei pensamentos pra ela, disse que amo muito! Felizmente deu tudo certo.

Preciso contar um fato que aconteceu durante esse meio tempo. Minha mãe adora um sementinha que vem de uma forma que nós jogamos pra cima e ela roda no ar, uma espécie de folha, só que mais dura. Quando a Taty me convenceu a descer na lanchonete pra tentar comer algo eu quis sentar na guia com a grama e olhei no chão procurando dessa sementinha. Não achei! Ela foi até a lanchonete e trouxe algo pra comer, quando eu olhei pra minha mochila que estava ao meu lado, tinha caído uma dessa semente em cima dela! Daí eu peguei e fui jogar, mas ela não voou. Quando fui pegá-la no chão achei mais algumas. Mas o fato, foi que caiu essa bem na minha mochila! Sei lá, nessas horas são coisas que nos fazem bem, de alguma forma minha mãe estava mais ainda alí.

Agora estou no hospital. Há vários dias estou aqui. Dormindo quase nada, desde um dia antes do post anterior, sofrendo demais por vê-la no estado que está: conversando pouco, sentindo muita dor, cheia de escaras pelo corpo (uma delas bem feia) e agora com catarro no peito (quase resfriando, com o nariz ruim. Nunca vou me perdoar se eu passar minha gripe pra ela!). E apesar disso, a gente ainda tem que aguentar a falta de humanidade de tanta gente, que nem deveria ser chamada assim, deveria ser chamada de COISA! Ou nem deveria ser mencionada, esquecida no tempo e no espaço, pra ver se aprendo o que é sofrer! Como que alguém pode querer causar mais sofrimento quando há tanta coisa já acontecendo?! Como? Que tipo de pessoa não é capaz de sentir compaixão em certas situação e ainda querer causar mais dor?!!! Mas essas COISAS não merecem nosso gasto de energia. Preciso focar totalmente na minha mãe e ajudá-la a melhorar, porque se eu estiver mal, sei que não vou ajudá-la e ela está precisando muito, está muito abatida, depressiva e desencorajada! Eu preciso passar força pra ela, apesar de tudo!

Minha mãe está irreconhecível pra mim. Não gosto de vê-la assim. Acaba comigo todos os dias, cada dia que entro nesse hospital e que saio dele também. Nunca imaginei que passaria por isso com ela! A gente imagina que pode passar, ainda mais no caso dela, tão frágil, mas nunca imagina de verdade, nem dessa forma que está sendo. Confesso, isso está acabando comigo, o sofrimento dela, em tudo que está passando...

Depois disso tudo, ainda teremos que ver esse cisto no pâncreas, motivo pelo qual ela foi fazer essa endoscopia com ultrassom (que é mais delicada). Eu perguntei para o médico e ele me disse que esse cisto está bem duro e com bastante coisa grudada nele. Quando fizeram a cirurgia pra reparar a lesão do exame, olharam ele, mas não tiraram poque ela não aguentaria, essa seria uma cirurgia de umas 8 horas. Ela está também com uma tela no abdômen, está tão sem massa muscular, muito menos gordura, que não conseguiam fechar o corte da cirurgia, daí coloram uma tela.

Que Deus nos proteja, a todos que passam por isso e tenha compaixão daqueles que nos ajudam a piorar também. Eles não sabem o que causam para nós (muito menos para si) principalmente nesse momento! DOR é algo que não descreve isso tudo. E CRUELDADE ou talvez MONSTRUOSIDADE também não!

Que o Dr. Bezerra de Menezes (Foi médico em vida, hoje cura espiritualmente e tem suas falanges espirituais), Santo Expedido e Nossa Senhora (Santos no qual minha mãe é tão devota) nos ajudem nesse momento.

Que Assim Seja.

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Dormir pra quê [SONHAR]?!

Houve um tempo em que essa frase era maravilhosa pra mim! Deliciosamente pronunciada: "DORMIR PRA QUÊ?!"!
Bons tempos! Que tempos! Não tão distantes...
Não dormi na noite passada, não vou conseguir dormir tão fácil essa noite! Às 7 da manhã vou até o HC com a minha mãe fazer uma ultra-endoscopia (simplificando o nome que não é exatamente esse). Ela está com um cisto no pâncreas é muito magra e frágil e esse procedimento me preocupa! E muito! Os médicos já alertaram para um certo risco. Tudo tem seu risco, quando nos dizem isso então... confesso que estou quase apavorada!
Não faz muito a minha praia ficar apavorada, mas nem me passa pela cabeça acontecer algo com a minha mãe. Eu sinceramente não iria levar numa boa nessa fase da minha vida [nem sei se em um futuro próximo].
Ligaram Ontem mesmo pela noite pra dizer pra ela ir de manhã. É sempre assim, surge uma vaga e tem que ir! Sem programação, às pressas! Ela, tadinha, está desesperada, morrendo de medo!
Vamos torcer e orar pra que tudo dê mais que certo, antes, durante e depois! QUE VAI AJUDAR PRA QUE DÊ!
Tem acontecido tanta coisa [pra variar], que eu to pilhadona, sentindo meio mal, confusa, conturbada pra caramba!
Eu quero uma ótima notícia hoje! Quero a minha veínha saindo boazinha de lá e com os resultados negativos pra mais um tumor! QUE ASSIM SEJA!
Depois eu resolvo [ou não] as outras preocupações que também me tiram o sono.

Sonho com o dia, em que eu volte a sonhar acordada. Mas não aqueles sonhos onde se planeja! Não! Aqueles em que sentimos, vivemos. O de passar um dia maravilhoso no parque, comer o bolo de fubá da vó, passear com a mãe por aí, dar risada até passar mal ou de agradecer no leito do hospital pelo pior não ter acontecido, de ter tido outra oportunidade, apesar de tanto ter ocorrido! Esse tipo de sonho! Daqueles que nos faz respirar e saber o quanto é bom estar viva, o quanto vale a pena. Apesar de não sonhar com tanta coisa mais, eu ainda sonho e planejo muitas. Mas esse sonho que almejo é plástico, sensível [literalmente], concreto, físico [e ao mesmo tempo não]. Esse sonho, que não está no campo das ideias, eu sonho em voltar a sentir um dia!

gabriela grecco

quarta-feira, 25 de julho de 2012

REVOLTA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! [TO QUASE SEM DORMIR! O.o]


Tem coisas que são de revoltar!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

E tem gente que ainda se diz revoltada com tanta injustiça...

PRÁTICA, PRÁTICA, PRÁTICA!!!

Não existe "injusticinha" ou "injustiçona"!

Injustiça é injustiça, PORRA!

Todas trazem consequências sem que se possa calcular!

Como clamar por liberdade e igualdade?!

terça-feira, 24 de julho de 2012

Segunda-Terça

Hoje me sinto um pouco melhor, ainda doente.
Exterminando (ou transformando) alguns vírus e bactérias, colocando pra fora (ou não! o.O).
Sinto que o processo está acontecendo e aos poucos espero que eu não morra na praia. Não, eu não vou.

Sabe quando uma sensação boa toma conta de você? Senti isso agora há pouco. Com essa sensação de que as coisas são realmente possíveis. Talvez nós não tenhamos noção da nossa grandeza!


Quanta grandeza pode haver dentro de nós(!)(?)(!) [eu realmente não sei se isso é uma afirmação ou interrogação - para mim]

domingo, 22 de julho de 2012

Domingo...

Domingo e eu aqui enfurnada no quarto, doente, com febre, dor de garganta (ela me pegou novamente, só faltava eu de novo né?!) e sonhando com um espaço só meu! Um lugar onde eu pudesse ficar sozinha, solitária, escrevendo, ouvindo música, compondo, fotografando, editando tudo quanto é coisa.... o MEU lugar!
Enquanto esse dia e esse lugar não chegam, o que posso fazer? Me contentar e me adaptar com o que tenho (que não é ruim) e dar o máximo de mim. Nessa desorganização maluca, tento me organizar ao máximo, tanto nos pensamentos, quantos nas coisas.
Preciso fazer umas limpezas! Quantos limpezas! Jogar tanta coisa fora, comprar e adquirir tantas outras. Dar uma esvaziada em tudo à minha volta e dentro de mim!
Voltar a fazer coisas que tanto aprecio. Como escrever textos assim como esse! Quanto tempo não parava pra escrever assim!
Preciso colocar mais de mim pra fora e pra dentro. Cansei de colocar tanto dos outros dentro de mim e tentar mostrar quem eu sou através de outras palavras, músicas e imagens... e figuras...
Eu preciso ser EU MESMA! Somente EU.
Preciso beber desta fonte chamada Gabriela. Que há tempo se esvaiu. Se foi. Nem sei por onde a deixei. Nem quando essa loucura desenfreada tomou conta de mim.
Traçar metas bem planejadas e colocá-las em prática enfim! Falta pouco, eu sei. Preciso colocar um pouco de mim em mim e por aí também!
Esgotou a minha paciência, plenitude, "engolição" de sapos e tapinhas nas costas amigos!

CHEGA!

EU PRECISO DE MIM!

quarta-feira, 18 de julho de 2012

[Música] Lady Gaga - The Edge Of Glory

Nossa, como estou postando música ultimamente!
Lady, Nossa Lady Gaga!
Quase nada a declarar sobre essa música! Somente que me trás um sentimento de liberdade incrível!
Curtam!




The Edge Of Glory

There ain't no reason you and me should be alone tonight
Yeah baby, tonight yeah baby
But I got a reason that you-hoo should take me home tonight
I need a man that thinks it right when it's so wrong
Tonight yeah baby
Tonight yeah baby
Right on the limit's where we know we both belong tonight

It's hot to feel the rush
To brush the dangerous
I'm gonna run right to
To the edge with you
Where we can both fall far in love

I'm on the edge of glory
And I'm hangin' on a moment of truth
I'm on the edge of glory
And I'm hangin' on a moment with you

I'm on the edge
The edge, the edge, the edge
The edge, the edge, the edge
I'm on the edge of glory
And I'm hangin' on a moment with you
I'm on the edge with you

Another shot before we kiss the other side tonight
Yeah baby, tonight yeah baby
I'm on the edge of something final we call life tonight
Alright!
Alright!

Put on your shades 'cause I'll be dancing in the flames tonight
Yeah baby, tonight yeah baby
It isn't hell if everybody knows my name tonight
Alright!
Alright!

It's hot to feel the rush
To brush the dangerous
I'm gonna run right to
To the edge with you
Where we can both fall far in love

I'm on the edge of glory
And I'm hangin' on a moment of truth
I'm on the edge of glory
And I'm hangin' on a moment with you

I'm on the edge
The edge, the edge, the edge
The edge, the edge, the edge
I'm on the edge of glory
And I'm hangin' on a moment with you
I'm on the edge with you

I'm on the edge with you
I'm on the edge with you

I'm on the edge of glory
And I'm hangin' on a moment of truth
I'm on the edge of glory
And I'm hangin' on a moment with you

I'm on the edge
The edge, the edge, the edge
The edge, the edge, the edge
I'm on the edge of glory
And I'm hangin' on a moment with you
I'm on the edge with you

I'm on the edge with you
I'm on the edge with you
I'm on the edge with you

À Beira da Glória

Não há motivo para ficarmos sozinhos esta noite
Yeah baby, esta noite yeah baby
Mas tenho um motivo para você me levar pra casa esta noite
Preciso de um homem que pense certo quando é tão errado
Esta noite yeah baby
Esta noite yeah baby
Bem no limite é onde é o nosso lugar esta noite

É quente sentir a adrenalina
Para afastar o perigo
Eu vou correr direto para
Para o limite com você
Onde podemos nos apaixonar

Estou à beira da glória
E estou agarrando-me a um momento de verdade
Estou à beira da glória
E estou agarrando-me a um momento com você

Estou à beira
À beira, à beira, à beira
À beira, à beira, à beira
Estou à beira da glória
E estou agarrando-me a um momento com você
Estou no limite com você

Outra dose antes de beijarmos o outro lado esta noite
Yeah baby, esta noite yeah baby
Estou no limite de algo final a que chamamos de vida esta noite
Certo!
Certo!

Coloque seus óculos escuros porque dançarei nas chamas esta noite
Yeah baby, esta noite yeah baby
Não é o inferno se todo mundo souber meu nome esta noite
Certo!
Certo!

É quente sentir a adrenalina
Para afastar o perigo
Eu vou correr direto para
Para o limite com você
Onde podemos nos apaixonar

Estou à beira da glória
E estou agarrando-me a um momento de verdade
Estou à beira da glória
E estou agarrando-me a um momento com você

Estou à beira
À beira, à beira, à beira
À beira, à beira, à beira
Estou à beira da glória
E estou agarrando-me a um momento com você
Estou no limite com você

Estou no limite com você
Estou no limite com você

Estou à beira da glória
E estou agarrando-me a um momento de verdade
Estou à beira da glória
E estou agarrando-me a um momento com você

Estou à beira
À beira, à beira, à beira
À beira, à beira, à beira
Estou à beira da glória
E estou agarrando-me a um momento com você
Estou no limite com você

Estou no limite com você
Estou no limite com você
Estou no limite com você

segunda-feira, 16 de julho de 2012

[Música] - Queen - Bohemian Rhapsody

Um gênio, simplesmente gênio!!!

Um cara que sentia tudo no âmago de suas entranhas e sabia transformar esse sentir em arte; do começo ao fim!

Para quem não sabe se expressar, que saiba pelo menos sentir...

Para aqueles onde nem o sentir é possível... bom, há um longo caminho...

SINTAM!




Bohemian Rhapsody

Is this the real life?
Is this just fantasy?
Caught in a landslide
No escape from reality

Open your eyes
Look up to the skies and see
I'm just a poor boy
I need no sympathy

Because I'm easy come, easy go
A little high, little low
Anyway the wind blows
Doesn't really matter to me, to me

Mama, just killed a man
Put a gun against his head
Pulled my trigger, now he's dead
Mama, life had just begun

But now I've gone and thrown it all away
Mama, oh
Didn't mean to make you cry
If I'm not back again this time tomorrow

Carry on, carry on
As if nothing really matters

Too late, my time has come
Sends shivers down my spine
Body's aching all the time
Goodbye everybody, I've got to go

Gotta leave you all behind
And face the truth
Mama, oh, I don't want to die
I sometimes wish I'd never been born at all

I see a little silhouette of a man
Scaramouch, Scaramouch will you do the fandango
Thunderbolt and lightning, very, very frightening me
Galileo, Galileo

Galileo, Galileo
Galileo, Figaro, magnifico

But I'm just a poor boy and nobody loves me
He's just a poor boy from a poor family
Spare him his life from this monstrosity

Easy come, easy go, will you let me go
Bismillah! No, we will not let you go
Let him go

Bismillah! We will not let you go, let him go
Bismillah! We will not let you go, let me go
Will not let you go, let me go, never
Never let you go, let me go

Never let me go, oh
No, no, no, no, no, no, no
Oh mama mia, mama mia, mama mia let me go
Beelzebub has a devil put aside for me

For me (2x)

So you think
You can stone me and spit in my eye
So you think you can love me
And leave me to die

Oh baby, can't do this to me baby
Just gotta get out
Just gotta get right outta here

Oh, oh yeah, oh yeah

Nothing really matters
Anyone can see
Nothing really matters
Nothing really matters to me

Anyway the wind blows

Rapsódia Boêmia

Isso é a vida real?
Isso é só fantasia?
Pego num desmoronamento
Sem poder escapar da realidade

Abra seus olhos
Olhe para o céu e veja
Eu sou apenas um pobre menino,
Eu não preciso de compaixão

Porque eu venho fácil, fácil vou
E possuo altos e baixos
De qualquer jeito que o vento soprar,
Isso realmente não importa pra mim, pra mim

Mamãe, acabei de matar um homem
Coloquei uma arma em sua cabeça
Puxei o gatilho, agora ele está morto
Mamãe, a vida acabou de começar

Mas agora eu joguei tudo fora
Mamãe, ooo
Não foi minha intenção te fazer chorar
Se eu não estiver de volta a esta hora amanhã

Continue, continue
Como se nada realmente importasse

Tarde demais, chegou minha hora
Sinto arrepios em minha espinha
Meu corpo está doendo toda hora
Adeus a todos - eu agora tenho que ir

Tenho que deixar todos vocês para trás
E encarar a verdade
Mamma, ooo, eu não quero morrer
Às vezes eu desejo nunca ter nascido

Eu vejo uma pequena silhueta de um homem
Palhaço, palhaço você fará o fandango
Raios e relâmpagos me assustam muito, muito.
Gallileo, Gallileo,

Gallileo, Gallileo,
Gallileo Figaro - magnífico;

Mas eu sou apenas um pobre menino e ninguém me ama
Ele é só um pobre menino de uma pobre família
Poupe sua vida desta monstruosidade

Fácil vem, fácil vai - você vão me deixar ir?
Em nome de Deus! Não - nós não o deixaremos ir
Deixe-o ir

Em nome de Deus! Nós não o deixaremos ir - deixe-o ir
Em nome de Deus! Nós não o deixaremos ir - deixe-me ir
Não o deixe ir - deixe-me ir, nunca
Nunca deixar-te ir - deixe-me ir

Nunca deixe-me ir ooo
Não, não, não, não, não, não, não
Oh mamma mia, mamma mia, mamma mia deixe-me ir
Belzebu, tem um diabo reservado pra mim

Pra mim (2x)

Então você acha
Que pode me apedrejar e cuspir em meus olhos?
Então você acha que pode me amar
E me deixar pra morrer?

Oh baby - não pode fazer isso comigo, baby
Só tenho que sair
Só tenho que sair logo daqui

Oh, oh yeah, oh yeah

Nada realmente importa
Qualquer um pode ver
Nada realmente importa
Nada realmente importa pra mim

E de qualquer forma o vento sopra...


segunda-feira, 9 de julho de 2012

[Música]Ice Queen - Within Temptation

Algumas vezes precisamos ser pra lidar principalmente com filhos da puta! Mas no fundo, oramos por eles... O gelo é só pra se preservar, parar de levar na cara; porque as pessoas são crueis por pouco!
Quer saber? Cansei de "orar" pelos "inimigos", vou orar mais por MIM!!! Que se foda também, sou humana! Eu to fazendo errado, sei como fazer, mas to fazendo errado. Não quero o mal de ninguém, nunca quis e sei que não vou querer, mas to fazendo errado... se as pessoas querem meu mal, paciência [pra elas]! Eu vou me proteger [mais!]

[E depois dizem que somente os assassinos, estupradores, estelionatários, etc, estragam a sociedade]

"Você não viu?
Você não viu?
As ruínas de nosso mundo"



Ice Queen

When leaves have fallen and skies turned into grey
The night keeps on closing in on the day
A nightingale sings his song of farewell
You better hide for her freezing hell

On cold wings she's coming
You better keep moving
For warmth, you'll be longing
Come on just feel it
Don't you see it?
You better believe

When she embraces your heart turns to stone
She comes at night when you are all alone
And when she whispers your blood shall run cold
You better hide before she finds you

Whenever she is raging
She takes all life away
Haven't you seen?
Haven't you seen?
The ruins of our world
Whenever she is raging
She takes all life away
Haven't you seen?
Haven't you seen?
The ruins of our world

She covers the earth with a breathtaking cloak
The sun awakes and melts it away
The world now opens its eyes and sees
The dawning of a new day

On cold wings she's coming
You better keep moving
For warmth, you'll be longing
Come on just feel it
Don't you see it?
You better believe

Whenever she is raging
She takes all life away
Haven't you seen?
Haven't you seen?
The ruins of our world
Whenever she is raging
She takes all life away
Haven't you seen?
Haven't you seen?
The ruins our world

Rainha De Gelo

Quando as folhas já caíram e céus se tornam cinzentos
A noite continua a avançar sobre o dia
Um rouxinol canta sua canção de adeus
Melhor você se esconder do inferno glacial dela

Em asas frias está vindo ela
Melhor você continuar se movendo
Você sentirá falta do calor
Venha, apenas sinta
Você não vê?
Melhor você acreditar

Quando ela te abraça seu coração vira pedra
Ela vem à noite quando você estiver totalmente sozinho
E quando ela sussurra seu sangue corre frio
Melhor você se esconder antes que ela o ache

Quando ela está enfurecida
Ela acaba com toda a vida
Você não viu?
Você não viu?
As ruínas de nosso mundo
Quando ela está enfurecida
Ela acaba com toda a vida
Você não viu?
Você não viu?
As ruínas de nosso mundo

Ela cobre a terra com um manto sufocante
O sol se levanta e o derrete
O mundo abre seus olhos agora e vê
O amanhecer de mais um dia

Em asas frias está vindo ela
Melhor você continuar se movendo
Você sentirá falta do calor
Venha, apenas sinta
Você não vê?
Melhor você acreditar

Quando ela está enfurecida
Ela acaba com toda a vida
Você não viu?
Você não viu?
As ruínas de nosso mundo
Quando ela está enfurecida
Ela acaba com toda a vida
Você não viu?
Você não viu?
As ruínas de nosso mundo


sexta-feira, 6 de julho de 2012

[MÚSICA] AC DC - BORN TO BE WILD



Queridos!
Enfim um post pela tarde!
Quanto tempo não tenho um tempo, rs, pra postar no baú a tarde (pelo menos mais de uma semana, rs)! Há tempos não posto música e vídeo também (isso já faz bem mais tempo)!
Curtam essa delícia do AC DC! ADORO!
A propósito, essa letra calha muito bem com o meu momento! Corte novo no cabelo (aliás, um corte muito versátil!), tattoos novas por vir (espero eu) e quem sabe um piercing (confesso que nesse último caso estou criando coragem)! rs
Lembrando que semana que vem estou em São Paulo com a peça MULHERES VERMELHAS. Vejo todos, que puderem ir, lá!

BOA SEXTA-FEIRA!!!


Born To Be Wild
Nascido Para Ser Selvagem

Get your motor running
Mantenha seu motor ligado
Head out on the highway
Fique atento na auto-estrada
Lookin' for adventure
Busque a aventura
In whatever comes our way
De qualquer forma que ela vier

Yeah, darlin', gonna make it happen
Certo, querida, faça acontecer
Take the world in a love embrace
Tome o mundo num abraço amoroso
Fire all of your guns at once and
Dispare todas as suas armas de uma vez e
Explode into space
Exploda no espaço

I like smoke and lightning
Eu gosto de fumaça e raios
Heavy metal thunder
Trovão de metal pesado
Racin' with the wind
Correndo com o vento
And the feeling that I'm under
E sentindo que estou sob ele

Yeah, darlin', gonna make it happen
Certo, querida, faça acontecer
Take the world in a love embrace
Tome o mundo num abraço amoroso
Fire all of your guns at once and
Dispare todas as suas armas de uma vez e
Explode into space
Exploda no espaço

Like a true nature's child
Como um verdadeiro filho da natureza
We were born, born to be wild
Nós nascemos, nascemos para ser selvagens
We can climb so high
Podemos subir muito alto
I never want to die
Eu nunca quero morrer
Born to be wild
Nascido Para Ser Selvagem
Born to be wild
Nascido Para Ser Selvagem

Get your motor running
Mantenha seu motor ligado
Head out on the highway
Fique atento na auto-estrada
Lookin' for adventure
Busque a aventura
In whatever comes our way
De qualquer forma que ela vier

Yeah, darlin', gonna make it happen
Certo, querida, faça acontecer
Take the world in a love embrace
Tome o mundo num abraço amoroso
Fire all of your guns at once and
Dispare todas as suas armas de uma vez e
Explode into space
Exploda no espaço

Like a true nature's child
Como um verdadeiro filho da natureza
We were born, born to be wild
Nós nascemos, nascemos para ser selvagens
We can climb so high
Podemos subir muito alto
I never want to die
Eu nunca quero morrer
Born to be wild
Nascido Para Ser Selvagem
Born to be wild
Nascido Para Ser Selvagem

quarta-feira, 4 de julho de 2012

...

Dor por dentro

terça-feira, 3 de julho de 2012

Acolhimento

Como é bom sentir-se acolhida!!!


[O contrário é péssimo...]














algumas pessoas só com o olhar nos acolhem e em questão de segundos.



outras, nem com os anos (ou ano). seu olhar no fuzila. a energia nos repele.


quero o acolhimento da minha mãe. quero ele todos os dias da minha vida! quero ELA, eternamente!

domingo, 1 de julho de 2012

DEFICIENTES [tantos]

E as pessoas fazem chacota das nossas deficiências...


Para alguns é engraçado não seguir os passos "corretos". E isso faz elas rirem de nossas limitações...!


Ah, se elas soubessem o quanto nos custam alguns passos... literalmente os passos.

Não precisamos ter carteirinha de deficiente pra atestar que somos.

Ah, se elas soubessem!

Anúncios

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.