domingo, 27 de junho de 2010

PRA DESCONTRAIR!

Hahahahahahaha, mto bom!
Boa semana!
Bjo
Gaby

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Não estou aqui pra isso, mas posso estar pra aquilo

Não sou obrigada a ouvir ameaças
Não sou obrigada a ouvir ofenças
Nem sou obrigada a suportar descrenças

Não estou aqui para desenganar
Eu quero e sempre quis acreditar!
Não estou aqui para me engessar
Eu expando meus limites cada vez mais

Eu poderia dizer com toda convicção
E afirmar algo que nem imagino
Mas minha capacidade crítica
Se renova dia a dia

Não quero mais ter de brigar
Não quero mais ter de sofrer
Não quero mais perder...
...Eu quero amar...
...Eu quero ter...
...Eu quero ser!

Ser amiga
Namorada
Esposa
Ser alguém capaz de continuar a lutar!

Venci tantas batalhas ultimamente!!!
E ainda estou a vencer
Mas, algumas
Confesso...
Terei de perder!

quarta-feira, 23 de junho de 2010

TEATRO - ESTRÉIA DE ANTESTEMPO

Nossa, tenho até vergonha de fazer meu primeiro post aqui no blog para divulgar uma peça só agora!
Realmente pequei nesse sentido e prometo que sempre divulgarei eventos artísticos e culturais, além de textos e artigos!
Vá ao teatro! É mais gostoso, é mais barato e mais enobrecedor do que se imagina!





"Antestempo - músicas, "causos" e poesia"
Inspirado em depoimentos de moradores das cidades de Pitangueiras e Santo Antônio da Alegria (interior de SP)

Criação e Atuação: Fabiana Fonseca
Direção Musical: Márcio Bá
Músicos: Alexandre Peres e Raphael Funchal
Vozes e Acompanhamentos: Ana Carolina da Silva e Bianca Gonçalves

Dias 24 e 25 de junho (quinta e sexta-feira) às 20hTelhado Cultura Engasga Gato
Rua Alvares Cabral, 469 - 6o andar
Centro - Ribeirão Preto
Ingresso: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes, artistas e aposentados)


Inspirado nas histórias, nas músicas e na poesia de pessoas da cidade de Pitangueiras e de Santo Antônio da Alegria, o espetáculo pretende refletir sobre o poder do som, da música como manifestação da fé e da ligação do homem com o sagrado - estar num outro tempo, num antes tempo, e sobretudo Ouvir... os antigos ensinamentos, as poesias dos Santos Reis, as belas melodias, os cantos de morte... Ouvir as flores, sorrir com a alma e orar dançando, assim é Antestempo.

Apoio Cultural:
Cópias Major
Shanti – Yoga
Pingüim
E Estacionamento Itamarati (desconto de 50% no horário do espetáculo)
Rua Visconde de Inhaúma, 462 – Centro - Ribeirão Preto

sábado, 19 de junho de 2010

AII, SAUDADE

Saudade que dói no peito
Que me rasga por dentro
Que me deixa sem ar

Saudade que entra como veneno
Deixa tudo sereno
E me faz delirar

Saudade que me faz sentir o cheiro
Acorda meu corpo inteiro
E me deixa a voar

Saudade que supera o orgulho
Me deixa sem rumo
Não me deixa pensar

A saudade que tem nome
Sobrenome e RG
A saudade mais doce que posso sentir

A saudade que nunca acaba
A saudade que me mata...
É a mesma saudade que me faz seguir

Seguir por aí em busca...
Andando, sentindo, vivendo
Dando a tudo sentimento
E pensando sempre em ti

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Nua - Ana Carolina

Aii, que delícia essa música!

P  E  R  F  E  I  T  A  ! ! !


Curtam tanto quanto estou curtindo!





Olho a cidade ao redor
E nada me interessa
Eu finjo ter calma
A solidão me apressa

Tantos caminhos sem fim
De onde você não vem
Meu coração na curva
Batendo a mais de cem

Eu vou sair nessas horas de confusão
Gritando seu nome entre os carros que vêm e vão
Quem sabe então assim
Você repara em mim

Corro de te esperar
De nunca te esquecer
As estrelas me encontram
Antes de anoitecer

Olho a cidade ao redor
Eu nunca volto atrás
Já não escondo a pressa
Já me escondi demais

Eu vou contar pra todo mundo
Eu vou pichar sua rua
Vou bater na sua porta de noite
Completamente nua
Quem sabe então assim
Você repara em mim

PROMESSAS

Eu não peço que promessas sejam feitas
Mas prezo para que sejam cumpridas
Não peço que palavras saiam da boca
Mas me comovo quando as ouço
Olhares, palavras, toques...
...são promessas ocultas

A promessa de um dia
É a lembrança do outro
É a decepção
É a comoção
Ao mesmo tempo que bom,
É ruim...
Dói, corrói, alivia, preenche, esvazia!

Promessas são...
... o sono que eu perco...
... a fome que se vai...
... a fuga que rege...
...o olhar que atrai!

Não peço que promessas sejam feitas
Mas prezo sim para que sejam cumpridas!

quarta-feira, 16 de junho de 2010

A última lágrima

Nem sempre a última lágrima é a última
Nem sempre a última palavra é a última
Nem sempre o último desejo é o último
Nem sempre a última pessoa é a última

Nem sempre dá pra saber quando algo está findado
Algo está acabado
Algo tem fim

Às vezes não se acaba
Apenas para
Apenas...

Mas a última lágrima não é a última
Atrás dela vieram várias
E virão outras

Às vezes é preciso imaginar quando abrir mão
Porque nem sempre a última lágrima é a última

terça-feira, 15 de junho de 2010

VI SEMANA GRAMSCIANA - 13 A 18 DE JUNHO

Um evento de total importância para nossa cidade, para nós!
Não deixem de ir, ainda dá tempo! A programação está fantástica!
Este foi um convite feito pela minha tia (Maria Ap. dos Santos) para que todos compareçam.
Boa semana!
Gabriela


CAMINHOS PARA A TRANSFORMAÇÃO SOCIAL NO MUNDO CONTEMPORÂNEO

13 a 18 de junho de 2010


PROGRAMAÇÃO


Domingo, 13 de Junho – 17h00

Exibição do filme

Terra e Liberdade

(Itália, Espanha, Reino Unido e Alemanha — 1986)

Diretor: Kean Loach

Sinopse: Em nome dos princípios democráticos e da luta pela igualdade, pessoas de diferentes nacionalidades desembarcam na Espanha no período de 1936-37. Pretendem derrotar o general Francisco Franco e impedir o avanço do fascismo na Europa. O filme apresenta pessoas que em circunstâncias adversas mantêm vivos os sonhos e a esperança de concretizar mudanças sociais profundas, coletivizar terras e banir governos tirânicos.

Vencedor do Prêmio da Crítica no Festival de Cannes de 1995.

(108 minutos / legendado)

Debatedor

Marcos Roberto de Castro Silva

Professor de História e membro do CAP/QUINTINO

Coordenação

Lívio Vilela Leite

Professor de História, membro do Seminário Gramsci e da Associação Amigos do Memorial da Classe Operária-UGT

Local: Memorial da Classe Operária-UGT — Rua José Bonifácio nº 59 – Centro


--------------------------------------------------------------------------------

Segunda-feira, 14 de Junho – 18h30

Conferência de abertura

Comunicação, Cultura e Hegemonia no Tempo Presente

Conferencista

Dênis de Moraes

Docente do Departamento de Estudos Culturais e Mídia da Universidade Federal Fluminense (UFF). Pós-doutor em Comunicação pelo Conselho Latino-americano de Ciências Sociais (CLACSO)

Coordenação

José Antonio Lages

Vice-Presidente da Associação Amigos do Memorial da Classe Operária-UGT e membro do Seminário Gramsci

Local: Teatro Pedro II — Auditório Meira Júnior



--------------------------------------------------------------------------------

Terça-feira, 15 de Junho – 19h00

Abertura da Exposição

Um Olhar Para os Esquecidos


Expositores

Douglas Amparo Mansur

Docente de Fotojornalismo do Curso de Especialização do Núcleo José Reis (ECA-USP). Mestre pelo Programa de Integração da América Latina da Universidade de São Paulo PROLAM/USP

Fotografias sobre as ações do MST na região de Ribeirão Preto



Paulo Camargo

Artista Plástico com trabalhos expostos no Brasil, França, Portugal, Itália e Nova York

Portal dos Desabitados: telas sobre moradores de rua



Maria Aparecida dos Santos

Pesquisadora do Seminário Gramsci e da Associação Amigos do Memorial da Classe Operária-UGT

Documentos sobre a formação da União Geral dos Trabalhadores em Ribeirão Preto e das atividades do Memorial da Classe Operária — UGT



Crianças da Ciranda Rumo à Liberdade

Moradoras do Assentamento Mário Lago (MST — Ribeirão Preto)

Fotografias produzidas pelos Sem-Terrinhas sobre a vida no assentamento



Participação Especial

Alípio Freire

Jornalista, Poeta e Artista Plástico

Local: Memorial da Classe Operária-UGT — Rua José Bonifácio nº 59 – Centro


--------------------------------------------------------------------------------

Quarta-feira, 16 de Junho – 19h00

Painel

Agroecologia: A Agricultura na Direção da Sustentabilidade

Expositor

Francisco Roberto Caporal

Membro da Secretaria da Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário. Engenheiro Agrônomo. Doutor pela Universidad de Córdoba (Espanha)

Debatedores

Marcelo Pedroso Goulart

Promotor de Justiça do Meio Ambiente e Membro do Seminário Gramsci

Hemes Lopes

Assentado do Assentamento Sepé-Tiaraju — Serrana/Serra Azul-SP

Coordenação

Regiane Sbroion de Carvalho

Membra do Seminário Gramsci e Mestranda em Psicologia (FFCLRP-USP)

Local: Memorial da Classe Operária-UGT — Rua José Bonifácio nº 59 – Centro



--------------------------------------------------------------------------------

Quinta-feira, 17 de Junho – 19h00

Painel

A Relação Público-Privado na Educação: Uma Visão Crítica

Expositoras

Theresa Maria de Freitas Adrião

Docente da Faculdade de Educação da Unicamp

Teise de Oliveira Garcia Aranha

Docente da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da USP

Debatedora

Ana Paula Soares da Silva

Docente da Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras de Ribeirão Preto da USP e membra do Seminário Gramsci

Coordenação

Luciana Aparecida Rodrigues

Diretora da Associação Amigos do Memorial da Classe Operária-UGT, membra do Seminário Gramsci e

Mestranda em Psicologia (FFCLRP-USP)

Local: Memorial da Classe Operária-UGT — Rua José Bonifácio nº 59 – Centro


--------------------------------------------------------------------------------

Sexta-feira, 18 de Junho – 18h30

Conferência de Encerramento

O Marxismo de Gramsci e a Modernidade Radicalizada Periférica

Conferencista

Marco Aurélio Nogueira

Docente da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara da UNESP. Pós-doutor pela Universitá degli Studi di Roma. Articulista do jornal O Estado de S.Paulo

Coordenação

Paulo Merli Franco

Presidente da Associação Amigos do Memorial da Classe Operária-UGT, membro do Seminário Gramsci e Mestrando em Sociologia (FCL - UNESP Araraquara)

Local: Teatro Pedro II — Auditório Meira Júnior



Promoção: Seminário Gramsci e Associação Amigos do Memorial da Classe Operária-UGT

Apoio: Associação Cultural e Ecológica Pau-Brasil

sábado, 12 de junho de 2010

Música - 32 Flavors Ani DiFranco

Fui apresentada a essa cantora de uma forma muito especial. Compartilho com vcs o vídeo, a letra e tradução dessa música tão gostosa!
Bom fds
Gaby

32 Flavors

Ani DiFranco








32 Flavors

Squint your eyes and look closer
I'm not between you and your ambition
I am a poster girl with no poster
I am thirty-two flavors and then some
and I'm beyond your peripheral vision
so you might want to turn your head
cause someday you're going to get hungry
and eat most of the words you just said

both my parents taught me about good will
and I have done well by their names
just the kindness I've lavished on strangers
is more than I can explain
still there's many who've turned out their porch lights
just so I would think they were not home
and hid in the dark of their windows
til I'd passed and left them alone

and god help you if you are an ugly girl
course too pretty is also your doom
cause everyone harbors a secret hatred
for the prettiest girl in the room
and god help you if you are a pheonix
and you dare to rise up from the ash
a thousand eyes will smolder with jealousy
while you are just flying back

I'm not trying to give my life meaning
by demeaning you
and I would like to state for the record
I did everything that I could do
I'm not saying that I'm a saint
I just don't want to live that way
no, I will never be a saint
but I will always say

squint your eyes and look closer
I'm not between you and your ambition
I am a poster girl with no poster
I am thirty-two flavors and then some
And I'm beyond your peripheral vision
So you might want to turn your head
Cause someday you might find you're starving
and eating all of the words you said

32 Sabores

Feche parcialmente seu olhos e olhe mais perto
Eu não estou entre você e sua ambição
Eu sou uma garota que sai em pôsteres, sem pôster
Eu tenho 32 sabores e mais alguns
E eu estou além da sua visão periférica
Então talvez você queira virar sua cabeça
porque um dia você vai ficar faminta
e comer todas as palavras que você acabou de dizer

meus pais me ensinaram sobre boa vontade
e eu o nome deles muito bem
só a bondade que doei a estranhos
é mais do que posso explicar
ainda assim tem muitos que apagaram suas luzes da varanda
pra eu pensar que eles não estavam em casa
e se esconderam no escuro de suas janelas
até eu passar e deixá-los sozinhos

Deus te ajude, se você é uma garota feia
claro que muito bonita também é seu fim
porque todo mundo nutre um ódio secreto
pela garota mais bonita da sala
Deus te ajude, se você é uma fênix
E você ousa se erguer das cinzas
Milhares de olhos vão queimar de inveja enquanto
enquanto você está voando de volta

Eu não estou tentando dar significado à minha vida
ao humilhar vpc}e
e eu gostaria de falar só para deixar registrado
eu fiz tudo que eu pude fazer
eu não estou falando que sou santa
eu só não quero viver dessa forma
não, eu nunca serei uma santa
mas eu sempre direi

Feche parcialmente seu olhos e olhe mais perto
Eu não estou entre você e sua ambição
Eu sou uma garota que sai em pôsteres, sem pôster
Eu tenho 32 sabores e mais alguns
E eu estou além da sua visão periférica
Então talvez você queira virar sua cabeça
porque um dia você vai ficar faminta
e comer todas as palavras que você acabou de dizer

OBRIGADA!!!

PRECISO AGRADECER À TANTOS
MAS NEM SEI COMO DIZER
ÀS VEZES UMA ORAÇÃO É O MELHOR AGRADECIMENTO
MAS AÍ VÃO ALGUMAS PALAVRAS
QUE EXPRESSAM MINHA FELICIDADE
ESPERO QUE ELAS TOQUEM
QUE ACALENTEM
QUE ACALMEM

OBRIGADA POR SEMPRE ESTAR AO MEU LADO
OBRIGADA PELAS MENSAGENS DE APOIO
OBRIGADA PELA VISITA AO HOSPITAL
OBRIGADA PELO CONSOLO

OBRIGADA PELA VISITA EM MINHA CASA
OBRIGADA PELO TELEFONEMA
OBRIGADA PELO E-MAIL
OBRIGADA PELA CARÊNCIA

OBRIGADA PELOS RECADOS
OBRIGADA PELOS DEPOIMENTOS

OBRIGADA POR SEU OLHAR
OBRIGADA PELO SENTIMENTO

OBRIGADA POR SER BEM VINDA
OBRIGADA PELO ABRAÇO
OBRIGADA POR ME AJUDAR A VIVER A VIDA
OBRIGADA POR TIRAR MEU CANSAÇO

OBRIGADA PELA ENERGIA
OBRIGADA PELO TOQUE
OBRIGADA PELO SORRISO
OBRIGADA PELA SORTE

OBRIGADA POR ME AJUDAR
OBRIGADA POR ME RECEBER
OBRIGADA POR ME AMAR
OBRIGADA POR ME FAZER CRESCER

OBRIGADA PELA PACIÊNCIA
OBRIGADA PELA ALEGRIA
OBRIGADA PELA PAZ
OBRIGADA PELA DOUTRINA

OBRIGADA POR NÃO ME ESQUECER
OBRIGADA POR ME LEMBRAR
OBRIGADA POR ME FAZER VIVER
OBRIGADA POR SEMPRE ME AMAR!

DOR? PAZ?

EU NÃO QUERIA MAIS SENTÍ-LA
MAS PARECE SER INEVITÁVEL

A DOR QUE CORRÓI TAMBÉM FAZ VIVER!

A DOR QUE VEM DA FELICIDADE
A DOR QUE VEM DA BONDADE...
...A DOR QUE VEM DE DENTRO

A DOR DA PRESENÇA
A DOR DA AUSÊNCIA
A DOR DE QUERER TE TER

A DOR DE SEMPRE SONHAR
A DOR DE ACORDAR
A DOR DE NÃO PODER SENTIR...

...O SENTIDO NO DIA ANTERIOR

O SENTIDO COM AMOR
O SENTIDO PRA VIVER

MAS SÃO TANTAS DORES...!!!

O OBSCURO SE ILUMINA
A VONTADE ALUCINA

E TRAZ ESCURIDÃO PRA PAZ

PAZ NUNCA TIDA
PAZ NUNCA SENTIDA
A PAZ CORROMPIDA
A PAZ QUE É A AUSÊNCIA DA DOR!

POR QUE TEM QUE DOER
SE É TUDO QUE QUEREMOS TER
SE É O TUDO QUE TEMOS
SE É TUDO NATURAL?

DIZEM QUE TUDO QUE DÓI
TIRA ALGO RUIM DE NÓS

EU ESPERO QUE ESSA DOR
SEJA MAIS QUE UM LOUVOR
SEJA MAIS QUE UM CLAMOR
SEJA ENFIM, NOSSA PAZ!!!

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Decifrar

Eu queria saber decifrar
Os olhares indecifráveis
As vontades maleáveis
E os desejos sem fim

Eu queria poder estar
Onde queria estar agora
A forma e a disforma
O tempo sem fim

Eu queria poder ter
Tudo aquilo agora mesmo
Tudo que quero e que desejo
Mil segundos em um!

Porque tudo que é marcante
Confunde nossos sentidos
Faz um minuto ser sucinto
Faz uma hora ser um dia

Da dúvida e da certeza
Nós vivemos todo o tempo
Do medo e da coragem
Da gentileza e da pilantragem
Do amar...
E do amor!

Gabriela Grecco
10/06/10

sábado, 5 de junho de 2010

Meditação, encontro com nosso EU verdadeiro.

Hoje quero falar sobre meditação.
Entrei no meu orkut, fui nos meus vídeos e o que me chamou a atenção no momento foi o de uma música da Enya, WE ARE FREE NOW. Eu particularmente amooo Enya e ouvi muito durante o período mais crítico após meu acidente de trânsito.

Mas, o que é meditação?

Muita gente deve ter curiosidade e uma idéia preconcebida ao mesmo tempo, do que seja essa prática tão gostosa e tão misteriosa.
A meditação é uma prática que surgiu há milhares de anos, que visa a contemplação e concentração ao mesmo tempo. Na realidade, é algo que faz com que fiquemos mais presentes no que somos realmente, corpos espirituais em evolução constante. E que ao mesmo tempo cuida dele e de nosso corpo físico. É uma técnica também de relaxamento, onde ficamos quietos em um local confortável e silencioso, para perceber, sentir, coisas que não percebemos na correria de nossas vidas.
Para se ter uma idéia, os maias, uma das civilizações mais avançadas que passaram pela Terra, praticavam a meditação. Suas descobertas, previsões e pensamentos são importântíssimos para nós hoje e muitos deles nem sequer compreendemos ainda.
Como disse, somos espíritos encarnados. Estamos nesse corpo somente como um empréstimo para nos modificarmos, para aflorarmos cada vez mais nossa essência. É como se o corpo servisse para tirarmos essas camadas grossas de orgulho, vaidade, egoísmo, que temos para dar lugar ao que temos lá no nosso interior: o amor, a bondade, caridade, etc. Só que muitas vezes, nos deixamos levar somente pela nossa parte mais rude e pelo corpo que estamos emprestados e ao invés de arrancar esssas camadas de nosso Ser, deixamos elas lá, endurecidas e tão vivas!
É aí que entra a meditação. Ela nos ajuda a resgatar o que somos, a nos ouvir interiormente e saber o porquê não deixamos nossa essência se manisfestar. Através dela, podemos perceber nossos medos, nossas travas, nossas vontades e anseios verdadeiros. Com uma meditação mais profunda e que faça parte de nossa rotina, nos modificamos interiormente de forma espantadora, afinal, ouvimos mais nossa consciência, nosso Eu interior; não a casca, a parte material e densa.

Mas como fazer essa meditação?

Pois é, há várias técnicas e maneiras de fazê-la. O ideal é começar devagar. Vou dar alguns exemplos bem simples para começar.
Se você é uma pessoa extremamente ansiosa, que não sabe ficar sem barulho um segundo, nem parada sem fazer nada... sentar no sofá um tempo quieta, sem nenhum aparelho ligado e tentando ao máximo não pensar nos problemas, apenas ficar quieta e tranquila, ociosa no melhor dos sentidos, já é um avanço e uma meditação.
Para quem sempre come correndo e vendo televisão, é legal ficar no silêncio e comer bem devagar, apreciando cada sabor, cada mastigação e cada movimento do corpo em busca do alimento; perceba como esse alimento satisfaz suas necessidades e como seu corpo agradece por ele; o resultado é incrível, pode acreditar! Ah e por favor, não beba líquidos junto da comida nesse dia.
Quem toma banho depressa e nem percebe como se lavou, uma experiência legal é apagar a luz e tomar banho no escuro, de olhos fechados, devagar. Sinta a água cair em seu corpo durante um tempo, o toque dela, qual a reação corporal, como a bucha lava todo o seu corpo, cada movimento; faça essa lavagem corporal de forma suave e amorosa, agradecendo sempre por poder se limpar de sujeiras físicas e espirituais. O banho é um momento muito importante para nós, assim como a refeição; é o momento em que podemos nos limpar das cargas negativas e recarregar nosso corpo e espírito com as energias benéficas. Essa é uma experiência incrível, você vai sair do banho sentindo seu corpo vibrar!
As tarefas domésticas também são ótimas para meditar! É sério! Quando eu descobri isso, comecei a passar roupa, lavar louça e limpar a casa em silêncio. No momento que estamos lavando louça, por exemplo, em silêncio, além de nos concentrarmos mais na tarefa, nossa cabeça às vezes viaja; lembra de coisas passadas, presentes e pensa no futuro de uma maneira como não pensamos na correria do dia-a-dia. Embora a meditação na maioria das vezes vise ficar em silêncio, quieta(o) e não ter muitos pensamentos, essa também é uma forma de meditar. Quem nunca achou a resolução de um problema quando limpava a casa ou tomava banho?! Acho que todo mundo em algum momento né?
Essas são coisas que podemos fazer no nosso dia-a-dia enquanto realizamos tarefas simples, não precisamos ter um tempo a mais pra fazê-las, é só mudar a maneira como cuidamos de nosso corpo e da nossa casa.
Você também pode reservar um tempo para ficar quieta(o), em um local silencioso e confortável. Procure não pensar em nada, apenar respire profundamente, ouça sua respiração, sinta cada parte do seu corpo. Tente inspirar cada vez mais, com o tempo você vai notar que ficará vários segundos somente inspirando. Expire pela boa, de forma suave. Fique assim um tempo. Comece com 10 minutos, depois vá aumentando. Seu corpo ficará calmo e relaxado.


A meditação acima de tudo, é uma forma de autoconhecimento. Muitas vezes bloqueamos certas sensações e ficamos ainda pior, quando extravasamos, podemos colocar isso pra fora. Mas é muito importante depois ou antes ficarmos em silêncio e percebermos porque nos sentimos assim. As respostas virão, nosso corpo e espírito ficarão mais calmos.
Às vezes precisamos extravasar, colocar uma música, dançar, chorar, rir... isso é natural. O problema é que muita gente faz isso o tempo todo, como uma forma de fuga, de não lhe dar com o que é necessário e pode ser dolorido (na maioria das vezes o é). 

Não tem como falar de meditação sem falar de respiração. O ar é o alimento mais sutil que nos nutrimos diariamente, é muito mais espiritual do que imaginamos. É algo que não vemos, não tocamos, sentimos levemente, mas que é essencial para vivermos! Fica-se muito tempo sem comer, pouco tempo sem tomar água, mas quase nada sem respirar! A respiração é a alimentação da alma!Nossa rotina corrida faz com que respiremos superficialmente. Ficamos por conta disso cada vez mais ansiosos e doentes. A respiração profunda limpa e revigora nosso corpo e nosso espírito. Eu não me lembro se Dalai Lama ou Gandhi falou que quando as pessoas aprenderem a respirar corretamente encontrarão vida longa. Imagine um carro com problemas de regulagem e na aceleração, onde tem que se puxar o afogador para que ele ande normalmente sem morrer, será gasto mais combustível para mantê-lo que um carro bem regulado e funcionando normalmente. É exatamente isso que acontece conosco. Para todos viverem há algo que precisa existir para que se tenha vida: Fluído Vital ou Princípio Vital. Quando nascemos nós temos uma quantidade de fluído para viver. Se vivemos uma vida regrada, boa, sem grandes perturbações, sem drogas, sem álcool, comendo corretamente, podemos usufluir normalmente desse fluído. Mas se bebemos; nos drogamos; comemos alimentos que não alimentam, mas satisfazem nossos desejos mais carnais; esse fluído é mais gasto, mais desperdiçado, é como o caso do carro desregulado que consome mais combustível. Mas só isso não basta, precisamos também respirar da melhor forma possível, para que esse fluído não seja desperdiçado. É o caso da pessoa que sempre anda a 80 km, pára, freia e a outra que anda sempre a 40 km sem parar, qual carro gastará mais? Comparando seria a pessoa que está sempre correndo e ansiosa e a outra que faz suas coisas com calma e tranquilidade.
E o que acontece quando desperdiçamos esses fluídos com nossas atitudes "carnais"? Se não há fluído, não há vida! Portanto desencarnamos precocemente, antes do que deveríamos, antes do período necessário para aprendermos e nos modificarmos.
A respiração deve ser mais profunda e feita de modo que pegue todas as partes de nosso pulmão, para isso devemos respirar nas três áreas de nosso corpo: pelas costas, pela barriga e pelo peito. Sendo na primeira mais profunda, depois um pouco menos na segunda e menos ainda na terceira (Essa foi uma forma mais popular de dizer onde deve-se praticar a respiração, essas regiões tem nomes e técnicas específicas. Mas como o objetivo do texto não é aprofundar na meditação, dou uma breve pincelada. Espero que após esse texto, quem se interessar pesquise e procure saber mais sobre meditação).
Tente sempre inspirar profundamente e expirar pela boca. Isso acalma e revigora nosso corpo e espírito.
Tudo isso citei como atitudes destuidoras, é algo muito sério que não nos damos conta. E a meditação veio justamente para nos ajudar a centralizar mais no nosso Ser. A nos ajudar a largar vícios e nos descobrir interiormente. Independente de religião ou credo.
Devemos nos alimentar, respirar e nos higienizar melhor! A meditação está aí há milhares de anos e foi praticada por diversos povos muito antes de nós, muito antes dessa tecnologia e correria toda, mas em tempos tão difícieis quanto o nosso, se não mais.
Portanto, olhe e cuide do seu corpo com mais carinho e atenção. Estamos aqui para ter a melhor vida possível. Comece com essas práticas simples na sua rotina diária. Em casa, no trabalho, no carro, no computador, fique atenta(o) à sua respiração e corpo. Depois vá aprofundando, reservando um tempo diariamente para ficar quieta(o), respirar profundamente, não ter pensamento algum, ouvir sua respiração, sentir as reações corporais, sentir-se plenamente. Faça as coisas com mais calma e amor, garanto que seu bem estar aumentará e muito! Mandando embora as dores de cabeça, fadigas musculares, faltas de ar e cansaços constantes.
Precisamos nos nutrir física e espiritualmente de forma eficaz. Isso fará com que tenhamos uma vida mais saudável e menos dolorosa. Pense nisso e comece a praticar. Afinal de contas, ter uma vida feliz é nosso direito e só depende de nós!


Gabriela Grecco
05/06/10

Se lhe interessar mais sobre a prática acesse:

http://www.divinaciencia.com/licao.php?cmd=1&id=14
http://www.possibilidades.com.br/meditacao/indice_meditacao.asp

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Tem coisas que são tão difíceis de dizer, mesmo que seja no papel

Eu ando meio distante dos meus textos ultimamente, pra não dizer distante do blog. Mas é que tem tanta coisa que quero e não quero dizer. Aliás, quero dizer e não quero lembrar.
Agora mesmo, estou com uma dor e angústia no peito porque comecei a escrever aqui e sei onde quero chegar. Pra falar a verdade, eu não queria falar do acidente, a cicatriz ainda está recente, mas sou eu e minhas atitudes que estão ajudando a cicatrizá-la.
Hoje, há uma coisa que quero muito falar... Que eu já sabia que algo muito grave ia acontecer comigo uma semana antes de acontecer. Eu acreditava que ia ser pior, que eu iria desencarnar. Mas apesar disso tudo, eu estava tranquila, não estava com medo, nem desesperada.
Conforme o tempo passava, eu sentia que o fato se aproximava. Um dia antes, eu passei na minha mãe à noite, depois de ir no shopping, eu estava meio angustiada. Falei pra ela, que no seguro do meu estágio estava o nome do Marcos somente como beneficiário, caso algo acontecesse comigo ele receberia a indenização, mas pra ela não se preocupar, que o que ela precisasse o Marcos daria à ela.
No dia seguinte, não fui à aula e não queria ir ao estágio, eu estava desanimada, angustiada... queria ficar em casa com o Marcos que estava de férias. Pois foi nesse dia, voltando do estágio, que não pude fazer o que mais queria: chegar em casa!
Não quero dar detalhes do acidente, pois a minha falta de ar começa e aí me sinto mal em algumas das vezes, mas de noite, no quarto e sozinha, eu respirei fundo, me senti muito bem e disse: OBRIGADA MEU DEUS! EU ESTOU VIVA! Naquele dia eu não chorei, era uma quinta-feira. Eu só fui chorar no domingo.
Eu não sei o que combinei lá em cima, mas eu pude estar aqui novamente e sou grata por isso! Isso, essa maneira de ver as coisas, as tornam um pouquinho mais fáceis, mas não quer dizer que elas sejam totalmente assim. Não é pelo que passamos, mas a maneira como as vemos é que define como vamos continuar!
Eu agradeço à Deus todos os dias por ainda estar aqui e por todo dia que saio de casa poder chegar nela, nem que seja pra ficar só meia hora (minha vida continua corrida, agora ainda mais)!
Vou terminar o texto, já estou em lágrimas por lembrar desse momento, em que eu toda quebrada, com dores terríveis, ralada, engessada, enfaixada, sozinha, chocada e um pouco assustada, pude agradecer por viver e sentir um pouco de pena do cara que me atropelou, embora ele estive totalmente errado.
Meu gato, o Dionísio, já percebeu que estou chorando e veio aqui dentro me dar amparo. É por isso, pelo Marcos, pelos meus pais, meus sogros, meus avós, minha irmã, minha tia, algumas pessoas mais da família e poucos amigos que eu vivo hoje! Em todos os sentidos, tanto no sentido de ter vontade de viver, quanto no que eles me deram a força necessária pra continuar.
Fiquem com Deus e agradeçam todos os dias por colocar os pés em suas casas!

Gabriela Grecco
03/06/2010

Anúncios

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.