sexta-feira, 3 de junho de 2011

Eu quero tudo, eu quero nada!

Eu quero tudo
Eu quero todos
Eu quero nada
Quero poucos
Por vezes quero ninguém
Outras os que me convém
Quero tudo
Quero todos
Quero o positivo
Quero o negativo
O masculino
O feminino
O sorrir
O chorar
O desespero
O gargalhar!
Quero ser quem eu sou
Quero me desfazer
Quero o por do sol
Quero o amanhacer
Quero ser a criança
O velho
Quero esperança
Quero ser o incrédulo!
Quero tanta coisa
E nada ao mesmo tempo
Eu busco
Eu conquisto
Eu não me contento
Mas me contento também com o vazio
Sinto calor às vezes
Ao mesmo tempo sinto frio
Frio gelado e ardente
Fogo abrasivo
Fogo latente
Eu quero não ter de me justificar
Eu simplesmente quero sorrir
Quero amar!
Amar livre de amarras
Ser quem eu realmente sou
Não fazer escolhas erradas
Quero libertar meu Eu interior
Mas eu quero tanta coisa
E nada!
Me renovo a cada dia
Faça de minhas escolhas
Batalhas!
E assim vou lutando
Ganhando
Perdendo
E vivendo a vida
Como deve ser vivida!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anúncios

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.