quinta-feira, 13 de abril de 2017

Castelo de areia

Construímos um castelo, diariamente.
Enfrentamos tempestades, ventos, o sol, a chuva.
Planejamos, almejamos, lutamos.
Mas, às vezes, o que parecia sólido, se desfaz.
Nosso castelo tem paredes frágeis.
Nossas bases e alicerces são fracos.
O que pensávamos ser de pedra, na verdade é de areia.
E se desfaz.
Quantas vezes mais?
Quantos castelos se desfarão com o tempo?
Quantos planos, sonhos, metas, lutas diárias?
Quantas vezes mais?
De qualquer forma, mesmo se decompondo, eles nos fizeram seguir e aprender.
Mas, quanto tempo nos dedicamos à contruir esse refúgio fugaz?
Onde erramos?
Poderia ter sido de pedra, de concreto ou cimento.
Mas foi de areia.
E materiais frágeis não resistem ao tempo.
Eles se vão.
Para onde quer que tenham que ir.

Gabriela Grecco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anúncios

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.