terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Mordiscadas, Mordidas

Mordiscar, Morder
Sentir, Degustar
Apreciar cada prazer
O doce ou o amargo da fruta
Todos os paladares possíveis em um só
Salivação constante
Salivação radiante
Salivação incontrolável
O prazer de sentir o sabor
O prazer de morder
O prazer de comer
O prazer de saciar
Toda essa fome
Toda essa gula
Essa gana
Essa vontade de deleitar!
Então, em cada mordida um pedaço do céu!
Como o paladar pode proporcionar tantos prazeres!
Como comer pode ser tão prazeroso!
Espasmos de felicidade
Espasmos regulares
Saciedade misturada com fome infinita
Sim, fome, muita fome!
Mordidas sem fim na fruta abençoada!
Fruta doce!
Fruta dourada, avermelhada, rosada, branca, todos os tipos de fruta!
Nessa saciedade maluca que nunca se faz presente e também se faz ausente
Cada mordida um prazer!
Mastigar devagar é preciso
Sentir cada textura
Cada sabor
Deixar o corpo se suprir enfim
E depois, pedir por mais...
E mais...
Sim, mordiscadas, mordidas
O ato de alimentar-se presente e Divinamente cumprido!
Como é prazeroso comer!

Gabriela Grecco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anúncios

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.