segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Coma Grão de Bico e Seja Mais Feliz!



Uma matéria breve, porém interessantíssima, a respeito do grão de bico!
Eu particularmente adoro! Como cheguei agora há pouco da academia e estou em uma dieta restritiva de carboidrados (a quantidade ideal para meu dia e meu treino puxado na academia e fisio, não sou louca de cortar o carbo, nem de comer muito pouco pelo fato de treinar pesado), açúcares, gordura e rica em proteínas, resolvi pesquisar mais sobre essa leguminosa, já que peguei esses grãozinhos na minha mãe prontinhos pra serem devorados! Queria ter a certeza de poder comê-los agora! rs
Sinto não postar nesse momento uma matéria mais completa sobre o assunto, mas prometo que vou procurar!
Comam Grão de Bico! Ele ajuda na produção de serotonina, nutre e é uma excelente fonte de proteína, vitaminas, mineirais (dentre eles o ferro) e fibras. Mas como todo alimento, não exagere!
Leiam, é curtinha e vale a pena!


Grão-de-bico espanta a depressão
A leguminosa está lotada de triptofano, um aminoácido essencial para a produção da serotonina a substância que traz sensações agradáveis. E esse é só um dos seus atributos

por Cida de Oliveira | 

Vamos direto ao ponto: o grão-de-bico não ocupa lugar de destaque no ranking das leguminosas mais populares. Questão de gosto ou questão de preço? É difícil dizer, mas a verdade é que essa espécie custa pelo menos cinco vezes mais do que outro membro da família, o feijão, que também já não é tão assíduo na mesa do brasileiro. A relação custo benefício, porém, vale o investimento. Quem vive meio tristonho sem motivo aparente na certa mudaria de humor se botasse esse alimento no prato com freqüência.
É provável até que nossos ancestrais soubessem desse efeito. Ou então teriam desistido do cultivo da planta, extremamente sensível às condições de clima e solo e também ao ataque de pragas. Hoje quem empresta sua chancela à leguminosa é a prestigiada revista científica internacional Journal of Archaeological Science, que divulgou recentemente trabalho de pesquisadores da Universidade Hebraica de Jerusalém e da Universidade de Haifa, ambas em Israel, exaltando suas propriedades.
Por aqui nossos cientistas também dão seu aval ao grão-de-bico, boa fonte de ferro, carboidratos e proteínas. Leonardo Boiteux, estudioso do centro nacional de pesquisa de hortaliças da Embrapa, empresa brasileira dedicada ao estudo e ao desenvolvimento agropecuário, atribui o alto teor protéico a uma combinação de aminoácidos. Entre eles a estrela é o triptofano, que aparece em grandes quantidades. Essa substância é usada pelo organismo para a produção de um neurotransmissor chamado serotonina, responsável pela ativação dos centros cerebrais que dão sensação de bem-estar, satisfação e confiança.
"Boas doses desse composto resultam ainda em diversos efeitos fisiológicos, como maiores taxas de ovulação e melhora no padrão de desenvolvimento das crianças", diz o pesquisador. A nutricionista Andréa Penatti Ferreira, que recentemente estudou as alterações químicas do grão-de-bico durante o cozimento para sua dissertação de mestrado na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da USP, em Piracicaba, acrescenta que a disponibilidade de ferro é outro diferencial da leguminosa.

Fonte:
http://saude.abril.com.br/edicoes/0285/nutricao/conteudo_232202.shtml

Um comentário:

  1. A ACADEMIA MACHADENSE DE LETRAS (Machado-MG) comunica que estão abertas as inscrições para o VIII Concurso Plínio Motta de Poesias, do ano 2011.
    Entrem em contato para adquirir o Regulamento:
    a/c Carlos Roberto machadocultural@gmail.com

    ResponderExcluir

Anúncios

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.