segunda-feira, 18 de abril de 2011

VÁLVULA DE ESCAPE



Descontroladamente, desenfreadamente maluca!
Não consigo controlar essa energia dentro de mim.
Pulsação, criação, inspiração!
Sentidos aguçados, pupilas dilatadas...
E mais uma noite sem dormir.
Em frênesi a energia criadora circula por todo meu corpo
Me faz querer vibrar em cada gesto
Me faz procurar sem sucesso...
Me deixa acordada, vidrada, pronta para inventar e ser inventada!
Procura uma maneira de se canalizar!

Uma válvula de escape preciso!
Por favor, alguém pode me arranjar?

Cada sugestão é bateria a carregar
Energia a circular e pulsar dentro de mim!
De novo me encontro sufocada
Me encontro desenfreada
Pedindo por criações sem fim.
De alguma forma soube ativar essa vida
Encontrar uma saída
Pros dias que passei apagada.
O problema é que não consigo controlar
Esse fogo, esse pulsar
Que me faz ficar acordada
Que me faz criar do nada
Tantas palavras, tantos poemas, tantos sonhos, tantos dilemas!
E desejos sem fim!

Mas, por favor, alguém aí pode me ajudar?
Dar uma válvula de escape ou ao menos indicar!
Porque não sei se aguentarei
Mais uma noite mal dormida
Mais energias enlouquecidas
Que pedem PELO AMOR DE DEUS pra sair correndo de dentro de mim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anúncios

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.