quarta-feira, 27 de abril de 2011

Angustiante, Estridente, Pulsante!

Que dor angustiante
Dor estridente
Dor pulsante
Chegou de uma hora pra outra
Começou a se alojar
Se alastrou
Não quer mais parar!
Mas que dor persistente
Dor aguda e presente
Dor que sufoca
Dor que dá falta de ar
Dor bem doída
Dor pulsar
Fico aqui correndo de um lado pro outro
Empregando minhas energias
Esperando essa dor passar
Tento de todas as formas para que ela se vá
Meu corpo se mexe
Repete movimentos no vazio
Executa tarefas
Faz trabalhos
Tudo em vão
Porque a cabeça que pensa
Não para um segundo qualquer
Cabeça pilhada
Cabeça que começa a doer
Que dor angustiante
Chata
Penetrante!
Pelo poros queria que pudesse sair
Se espalhar
Se diluir por aí
Mas não é fácil assim não
Essa dor profunda
É também dor do coração
Íntrinseca em mim
Não quer me deixar
E vivo assim
A me condenar...
Mas, que dor profunda
Angustiante
Espero poder passar
E meus dias melhorar
Poder numa manhã, feliz acordar!

Gabriela Grecco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anúncios

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.