segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Bom dia! Boa semana!

Sexta-feira fui até o HC com a minha mãe e esse final de semana tive dois dias tão agradáveis que há tanto tempo não tinha que gostaria de não estragar agora comentando o que aconteceu naquele hospital na sexta.
A consulta marca pras 7:30 da manhã saiu ao meio dia e 10 minutos, depois de eu muito reclamar que minha mãe é de idade, fez cirurgia e está cheia de escaras e dor, não pode ficar esperando!!!! Os médicos, que ainda não são nem formados direito, me deixavam falando sozinha, as enfermeiras nem preciso dizer né? Me diziam se quando eu cheguei se falei se o atendimento dela era prioritário?! Meu Deus... ela estava na cadeira de rodas e acima de 60 anos, precisava falar? Custava esse Ser ir falar, fazer alguma coisa? Que tipo de pessoas são essas que querem cuidar e zelar? Aliás, não querem né?! O objetivo quando entraram nesse ramo (não escolheram) não foi esse.
Na outra semana que fomos lá a médica que fez a cirurgia dela, a residente, fez questão de chamá-la logo (8 e pouco da manhã), esses outros, inclusive o que ia no quarto dela todo dia de manhã e eu pedia às vezes pra vê-la quando ela não estava bem (e ele dizia que ia, mas não ia), disse oi pra gente logo cedo e não a chamou. Detalhe: ela ia ser atendida na sala dele, porém ele foi embora, entrou uma médica em sua sala pra continuar o atendimento, que atendeu um monte de gente mais nova e em condições ótimas (muito diferentes da minha mãe que estava na cadeira de rodas) e não a atendia! Eles vão descendo a pasta quando não estão afim! No primeiro atendimento, que é o do balcão, as meninas colocam quando é acima de 60 anos e cadeirante, etc... Chegou gente da tarde e ela não foi atendida!!!!!!!!!!!!!! Só depois de eu começar a dar "trabalho" lá, quase 5 horas de angústia, espera e dor, é que minha mãe foi atendida! Ficou quase uma hora dentro da sala no atendimento e ainda fez uns procedimentos nada agradáveis, como tirar toda a pele cheia de necrose. Dois professores foram vê-la, falei pros dois que o atendimento dela demorou demais, um deles disse que eu tinha que ter falado pra eles (médicos) que ela estava lá, eu disse que falei, inclusive pra quais médicos.
Bom, mas passada a falta de respeito e humanidade, nessa semana eu espero que seja mais rápido, pelo bem da minha véinha. Como me dói o coração ver ela assim com dor e ser desrespeitada assim, inclusive eu, quando os médicos e enfermeiras maltratam e destratam. Pelo menos não está sendo como no quarto daquele hospital, nossa, como alguns destratavam ela! Deus do céu. Que gente é essa?!

Que tenhamos uma semana ótima e iluminada!
Quero dormir com a sensação da noite passada e acordar com ela ela também. Passar o resto do dia me sentindo como me senti nesse domingo, um pouco melhor e mais relaxada!

Ótima semana!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anúncios

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.