quarta-feira, 8 de agosto de 2012

RESPEITO

Bom dia!
Minha mãe está em casa!
E agora, como ela cuidou de mim, eu cuido dela, virou praticamente um bebê! rs.. Estou morando na sua casa!
Sabe, uma coisa que ela me ensinou muito bem é ter respeito pelas pessoas. Sempre me respeitou como eu sou, nunca me impôs nada, sempre conversou muito comigo. Tudo sempre foi muito conversado. Nunca precisei mentir descaradamente, nem ficar cuidando de coisas que não me diziam respeito, porque ela me ensinou muito bem que respeitar alguém e sua vida era imprescindível. Isso não se ensina gritando, batendo ou só falando, mas através do exemplo. Tenho um grande exemplo dentro de casa.
Independente do que os outros dizem por aí, mesmo nesse momento difícil que estamos passando, preciso me focar na sua recuperação. Ela estar bem depende também de como eu vou estar, afinal sou eu que faço tudo por ela aqui, estou 24 horas praticamente ao seu lado e ela estar bem depende também da maneira como eu vou estar.
Vergonha eu tenho muitas vezes sim. Vergonha eu tenho de não ter tido mais tempo pra ela. Ter me dedicado tanto ao trabalho, ter estado com pessoas que não mereciam minha presença, ter falado tanta coisa, ter me exposto tanto, ter brigado com a minha mãe tantas vezes, ter ficado calada tantas outras e não ter brigado com quem merecia de verdade! Vergonha eu tenho de ser tão idiota pra tanta coisa! Tenho vergonha de ter feito muita coisa. Mas outras, eu tenho a absoluta certeza, que não me envergonho. Que cada um fique com sua própria consciência e se preocupe mais com ela do que com a porra do foi feito ou não pelo fulano! Quanta falta de humanidade!
Minha mãe é um exemplo pra mim. Como algumas outras pessoas. Poucas, talvez mais umas duas só. Exemplos de verdade, que tenho orgulho de fazer parte de suas vidas.
Talvez falte vergonha mesmo. Pra tomar algumas atitudes que deveriam ter sido tomadas há tempos.
Fazemos tanto. Vivemos tanta coisa. Ouvimos e lemos merda apesar disso. Havia uma época que algumas me magoavam, me indignavam, me corroíam ou eu gargalhava como querendo dizer ser superior (não era, queria esconder que tudo isso me machucava ou incomodava). Hoje não desprendo tanta energia a toa mais. Escrever assim basta, às vezes nem isso. Algumas coisas não fazem diferença, outras são muito mais importantes. As pessoas não conseguem compreender a sinceridade das nossas palavras, é demais pra elas e isso incomoda muito!
Que minha mãe continue se recuperando. Volte a andar normalmente, melhore essa depressão e depois dessa recuperação bora pra esse cisto do pâncreas, origem de todo esse problema, no qual não foi nem diagnosticado muito menos resolvido!

FOCO! PEÇO A DEUS FOCO E PROTEÇÃO!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anúncios

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.